22 janeiro, 2009

pelo próprio pé...





Milana-Lana, P.
foot

(2003)






OS PÉS EM SANGUE


Porque não experimentam deixar-se seduzir pelos própriso pés?
Não tenham receio.

Os pés preferem esses caminhos de que ninguém - a não ser as cabras - se serve ainda. Talvez os anime o mesmo espírito dos salmões quando, na altura da desova, procuram as primeiras e definitivas águas.

Não me perguntam onde vos levarão. A única coisa que vos posso assegurar é que se trata de um lugar onde o orvalho é de mil anos.

Jorge de Sousa Braga, os pés luminosos (o poeta nu - poesia reunida, 111)


Bruce Springsteen, born to run (live)

4 comentários:

águia_livre disse...

É, pelo menos, poético

AL

Visitem:

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.com/
.

António Torres disse...

Isto é um verdadeiro péema.
:)))

mariab disse...

um belo texto mesmo para quem não ama os próprios pés... :).beijos

g. disse...

olha encontrei quem também gosta das palavras do jorge de sousa braga o)