26 janeiro, 2009

conversas com a Isaura (9)



Risberg, R.
flicka med klänning
(menina com vestido)
2007


Querida Isaura:
Há demasiado tempo que não dou notícias. Desde muito antes das Festas. Parece impossível como falamos tão pouco.
Isaura, como sabes, contam-se pelos dedos da mão, as pessoas mais chegadas que aqui vêm. A grande maioria não sabe, nem quer saber e outros sabem mas não ligam. Não é propriamente uma second life, mas quase! Hoje falei com um amigo - vocês nunca se viram - que me conhece de há muitos carnavais e que, pelos vistos, este fim de semana veio aqui espreitar. Esse amigo é muito directo, o que me agrada bastante! Vou tentar reproduzir a breve conversa que tivemos ao telefone, para que me possas dar a tua opinião, se assim o entenderes.
_ Anda a perder tempo com aquilo!
_ Não perco muito. Basicamente depois de jantar. Depois das nove e meia, dez. Em vez de ver televisão, sei lá! E uns bocados, ao fim de semana.
_ Estou a dizer-lhe que anda a perder muito tempo com aquilo. Faça coisas que se vejam! Ou, então, mostre-se.
_ Isso não. Assim tenho uma liberdade que não quero perder.
_ Compreendo. Mas anda a perder tempo. Faça coisas para si.
_ Como assim?
_ Passe lá meia hora. O resto do tempo escreva.
_ Escrevo como?
_ Escrevendo. Já viu que, numa hora e meia, escrevia pelo menos duas páginas?
_ Duas páginas de quê?
_ De qualquer coisa. Se não quiser escrever logo um Nobel...
_ Mas eu não tenho imaginação.
_ Ai tem, tem. Digo-lhe mais, anda a desperdiçar o tempo.
_ Ando nada. Falta-me muita coisa. Coisas que nem sei bem o que são!
_ Entãoolhepelomenospercameiahoraapensarnoassunto!
Desassossegou-me, Isaura. Mas, embora não tenha demorado meia hora a escrever-te estas linhas, já me sinto desobrigada de passar mais tempo a pensar no caso! Não te parece? Diz-me, querida Isaura. Sabes que as tuas palavras são sempre muito bem vindas.
Um beijo cheio de saudades. Fico à espera de notícias tuas. Até muito breve!

9 comentários:

Francisco Clamote disse...

Mdsol
Embora não me chame Isaura, cá vai a minha opinião: O seu amigo é capaz de ter razão, pois é um facto que não só escreve muito bem, como tem imaginação. saudações cordiais.

Juani lopes disse...

si tu eres feliz, que importa lo que digan los demas
lo que es importante para unos para otros pasa desapercibido y viceversa
se siempre tu misma
saluditos

um Ar de disse...

Deixa-o falar!...
Qualquer dia, está a começar um blog, é o que é!
Aí, avisa-me, que eu quero ver.:)
.
[Beijo de segunda-feira]

Pulsante disse...

Eu se fosse o tal amigo, nunca mais te telefonava !

Duarte disse...

Que saudades dona Isaura! Ao referente, esta moça vale muito. Olhe bem o que lhe digo, o que lhe faz falta é um empurrãozinho, que uma vez comece a mexer-se já não há quem a pare. E se começa a perguntar, melhor que não! Não fique aí parada, dia~lhe algo.
Beijinhos para as duas.

anamar disse...

Perder tempo....
Olhe que nâo!!!!
Sabendo que escreve bem, escreve no sitio certo, e gosta que é o que importa....
E os quadros meu deus!!! o que seria de nós....
mas que é viciante é...
Palavras loucas ouvidos moucos...

Arabica disse...

Não será este o sitio certo para as perguntas, para as respostas e para pôr o pé na estrada? :)

Tanto espaço em branco para preencher...

:))

mariab disse...

não acho que percas tempo... :) mas, se a opinião do amigo te desassossega talvez devesses pensar nisso, escrever, sei lá... :) mas não largues o blog, please. beijos

WOLKENGEDANKEN disse...

E quem decide o que é perder tempo. Uma questao filosofica, nao é? Nem sabemos se nos mesmas estamos a perder tempo como se pode saber de outra pessoa ?? Em lugar de escrever um blog poderias por exemplo escrever para um jornal ou uma revista. Mas ficarias mais feliz?? Quem sabe .....

E a proposito, eu estou em Carcavelos a olhaR PARQA A chuva que nao para. Estou a perder tempo ?? ou a relaxar ou qualquer outra coisa ????