13 janeiro, 2009

foot-ball association







Staël, Nicolas de
les footballeurs
(1952)










Soneto futebolístico

Machismo é futebol e amor aos pés
São machos adorando pés de macho
e nesse mundo mágico me acho
em meio aos fãs de algum camisa dez.

Invejo os massagistas dos Pelés
nos lúdicos momentos de relaxo,
servindo-lhes de chanca e de capacho,
levando a língua ali, do chão no rés.

É lógico que um cego como eu
não pode convocar o titular
dum time brasileiro ou europeu.

Contento-me em chupar o polegar
do pé de quem ainda não venceu
sequer a mais local preliminar.


Glauco Mattoso [os cem melhores poemas brasileirs do século, 325]

12 comentários:

Justine disse...

Assim até eu gosto de futebol, com esse poema e com essa pintura...))

Vanessa. disse...

Gostei das palavras.

Véu de Maya disse...

muito bem observado, Maria do Sol.
tenho um belo dia...

bjinhos

Véu de Maya

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ontem vi 10 minutos do Prós e Prós e, pela fogosidade da Fátima CF, confirmei o que já suspeitava. Também é, cada vez mais, feminismo!

Arabica disse...

Belo jogo de palavras e formas de cor :)


aplauso :)


Beijos

Henrik disse...

Bom soneto. Tanto incomoda os lusos que haja um deles que goste de ganhar e que não goste de perder nem a feijões e que o admite com frontalidade - e ainda lhe chamam de estupidez.
Ora bolas! E é de bolas que falamos...quero lá saber se o puto fornica esta ou aquela se é fornicado por esta ou pela outra, e tampouco me interessa o dinheiro que ele ganha ou perde. Gosto de futebol, gosto de jogar, e gosto do o ver jogar ainda que goste mais de ver Messi a driblar. Porém gostei de o ver ganhar e bem! Sabe bem ver o nome de Portugal em algum lugar que não em 'crise' e 'recessão'. Se o bem malogrado (e não é pleonasmo, futebol atrai multidões e é visto pela 'intelectualidade' como circo de feras moderno. Pois bem! E é. E digladiar-se na escrita também, demonstrar inteligência, seja em que área for, também é digladiar-se na arena.) Que importa que ele só tenha jeito para a bola? Se muitos dos que o criticam não têm jeito para nada.

Violeta disse...

e eu que não sabia que havia poesia com futebol e vice-versa.
Bjs

Duarte disse...

Que cores! Que soneto!
Obrigado.

:)))

Beijos

Multiolhares disse...

Penso que já não há algo ser femenino ou masculino, tudo esta repartido
beijos

mundo azul disse...

____________________________

Cheio de humor esse poema! Gostei!


Beijos de luz e o meu especial carinho...

____________________________

heretico disse...

prontesss.

vais oferecer o poema ao Cristiano Ronaldo. está certo!... rss

jrd disse...

Golo! (Digo eu que por acaso já gostei muito de futebol e agora gosto pouco)