31 dezembro, 2011

sábado de manhã (193)



Qiusha, Ma
warm snow
(2008)
fotografia
[China]


[... neve quente como aconchego ..., pois não sei, mas é melhor irmo-nos habituando a este confronto de culturas e mundividêncas]

30 dezembro, 2011

idipi






Dehai, Pan
progressing nº2
(2007)





Com que então Í DÍ PÍ. É a vida, são os tempos!


[Porque sorria tanto Paulo Portas?]
[Vítor Gaspar é muito mais rápido quando fala em inglês]
[Álvaro sem luz nenhuma]
[Mexia em movimento seguro]

28 dezembro, 2011

26 dezembro, 2011

manhã de segunda, mas uma boa semana (83)







Ellis, Sharon
winter bouquet
(2009)






Mesmo sendo a última deste ano que seja uma semana de primeira! :))

24 dezembro, 2011

sábado de manhã (192)






Chunya, Zhou
sleeping beauty
(1995)




Eu sei que esta altura do ano sugere outras cores e tal mas temos que nos começar a habituar a estas belezas chinesas. :)))

22 dezembro, 2011

música é um bom remédio


Júlio Pereira, miradouro

Diz que o Júlio Pereira faz hoje anos.

olhó...

visto! E o comentário aqui é definitivo.

20 dezembro, 2011

18 dezembro, 2011

há domingos assim (47)







Ball, Adam
the return to silence
(2010)







Um bom dia do senhor! [Da minha parte cheio de saudades deste convívio tão importante para mim]. :))))


Sérgio Borges, eu nunca direi adeus

17 dezembro, 2011

sábado de manhã (191)






Hofmann, Douglas
beyond her grasp





... pois, o espírito árvore de natal volta a irromper. :)))

16 dezembro, 2011

concurso camelo de presépio (3)




Leaver, Harry Noel
market day, Tangiers
(1930)






Já foi publicado o resultado do concurso. Como mostra a acta de apuramento, a confusão é total. :)))
Muitos parabéns a todos os concorrentes e ao senhor Barbeiro Luís e diligentes colaboradoras da Barbearia, pela excelente organização de mais um concurso [apesar da confusão dos resultados....] em que o bnb não quis deixar de participar, mesmo com as limitações de tempo que o assolam! :))))

14 dezembro, 2011

concurso camelos de presépio (2)




 

Tiehai, Zhou
sunset glow camel
(2003) 




No meio da disforia
Quem os retrata num ai
Com alguma ironia
É o chinês, Tiheai.


Não adianta apresentar-se com óculos de sol todos aperaltados, a ver se disfarça. Percebe-se muito bem quem são os verdadeiros camelos... 

O bnb bem se esforçou mas, este ano, a rima não fluíu para acompanhar o camelo ao concurso camelos de presépio organizado pel'  A Barbearia do Senhor Luís.  Para tentar remedear o bnb fez, a correr,  uma recriação de parte da velhinha canção O Areias é um camelo, em tempos cantada pela Susy Paula.

Andam no deserto pelo mundo e gostam de se armar em bom bons
Pensam que é são espertos e que tem um têm ar de bom tom

E dizem com um ar bem superior d' esperto e sem sonos
Que só lhes falta serem doutor donos
E acha que é de entre todos o mais belo
Deste mundo e doutro parelelo.

O Areias
Esta crise é um vem duns camelos
e tem duas bossas dois bosses e muito pelo e muitos marmelos
É O muito alto baixo e refilão
É engraçado e espertalhão usa tacão
E agora a dama que está como ele quer de chanceler
Está num jardim  para desmando e a gente ver...

O Areias Esta crise é um vem duns camelos
e tem duas bossas dois bosses e muito pelo e muitos marmelos
É muito alto  e refilão Tem agiota e muita acção 
É engraçado E as desgraças e espertalhão da notação
o Areias esta crise virou canção papão.

Ouça aqui na íntegra.


Entretanto, espreitem lá n 'A Barbearia do Senhor Luís e apreciem a concorrência que é muita e criativa!


[Participação do bnb no concurso "ovelha de presépio" (2010)
Participação do bnb no concurso "burros de presépio" (2009)
Participação do bnb no concurso "Baltasar de presépio" (2008)]

11 dezembro, 2011

concurso camelos de presépio (1)


Lançado no passado dia 2 de Dezembro, o tradicional concurso da época  natalícia d' A Barbearia do Senhor Luís apresenta, este ano, o tema Camelos de Presépio. O bnb, embora num longo período de hibernação que só folga aos sábados, vai fazer tudo o que esteja ao seu alcance para não falhar este importante certame, a que já se afeiçoou com a participação de anos anteriores. Iniciativa de alto valor acrescentado, concentra ludismo, afectividade e convívio capaz de congregar muitos concorrentes e admiradores. Muito obrigada, senhor Barbeiro.

10 dezembro, 2011

03 dezembro, 2011

26 novembro, 2011

sábado de manhã (188)




Wesselmann, Tom
Monica nude with Matisse
(1990)



[Lá por andar arredia destas lides, não quer dizer que não me lembre de todos. Nomeadamente dos cem mil planos. :)))]

12 novembro, 2011

sábado de manhã (186)





Morales, Armando
mujer dormida junto arutas
(2001)

05 novembro, 2011

sábado de manhã (185)







Wesselmann, Tom
Monica asleep on blanket (gray)
(1985-1990)

29 outubro, 2011

22 outubro, 2011

sábado de manhã (183)






Brocky, Károly
sleeping bacchante
(1850-1855)

15 outubro, 2011

08 outubro, 2011

sábado de manhã (181)







McNeill, James
whistler sleeping woman
(1863)





[Juro que não estou a sucumbir aos critérios dos passos da troika e que foram problemas informáticos que interferiram na pontualidade da senhora dorminhoca deste sábado]

01 outubro, 2011

24 setembro, 2011

17 setembro, 2011

sábado de manhã (178)






Wouters, Rik
femme endormie - le collier de corail

10 setembro, 2011

03 setembro, 2011

sábado de manhã (176)






Matisse, Henri
nu sur chaise de repos sur fond moucharabich
(1922)
(litografia)

27 agosto, 2011

20 agosto, 2011

13 agosto, 2011

23 julho, 2011

sábado de manhã (170)




Freud, Lucian
benefits supervisor sleeping
(1995)



[confesso que, dadas as circunstâncias, vim trocar a senhora que cá tinha deixado]

16 julho, 2011

sábado de manhã (169)




Boucher, François
a young girl sleeping
(c. 1768)

09 julho, 2011

sábado de manhã (168)






Despiau, Charles
nu feminin couche bras droit allonge

07 julho, 2011

xiiiiiii, ao tempo que eu não ouvia isto (3)


Los Pop Tops, mammy blue ...

Com todo o amor e carinho para a U E .... :(

I may be your forgotten son
who wandered off at twenty one
it's sad to find myself at home

oh ma.

If I could only hold your hand
and say I'm sorry yes I am
I'm sure you really understand
oh
Ma
where are you now.

Oh
Mamy
oh
Mamy - Mamy - blue
oh
Mamy - Blue

The house we shared upon the hill
seems lifeless but it's standing still
and memories of childhood days
fill my mind
oh Mamy
Mamy
Mamy.

I've seen enough of different lights
seen tired days and lonely nights
and now without you by my side
I'm lost
how can I survive.

Oh
Mamy...

Nobody who takes care of me
who loves me
who has time for me
the walls look silent at my face
oh
Ma
so dead is our place.

The sky is dark
the wind is rough
and now I know what I have lost
the house is not a home at all
I'm leaving
the future seems so small.

06 julho, 2011

não sei se havia necessidade (22)





Johns, Jasper
white flag
(1955)









Burckhart, Rudy
Jasper Johns's large white flag
(c.1956)
(fotografia)

05 julho, 2011

morality play

Um jogo interessante. Morality play.

[É um jogo, não um julgamento. Podemos trocar scores :)))]

porque hoje é terça


Milton Nascimento, norwegian wood

04 julho, 2011

manhã de segunda, mas uma boa semana (82)







Valtat, Louis
bouquet de fleurs
(c.1921)





Mesmo que as expectativas estejam presas por fios de vidro, que os dias sejam coloridos e bonitos, dias bons. :)))



René Aubry,  fil de verre

03 julho, 2011

há domingos assim (46)








Alves, Justino
formas planas - alegoria - figura e ave I
(2009)






Um bom dia do senhor...voando com a música. :)))



Wim Mertens, often a bird

02 julho, 2011

coitadinho do crocodilo






Rio,  Roberto del
wedding day 
(2009)





Banda do casaco, natação obrigatória

Reparei agora, nas notícias das 20h, que o príncipe Alberto do Mónaco dá beijos bicudos. [Os  dois beijos que vi devem ser estatisticamente significativos]. Um caso  sério, digo eu que me parece que o que salvará a Charlene, da água mais  que provável que o Alberto vai meter, é mesmo ter sido nadadora  olímpica. :))

sábado de manhã (167)





Berény, Róbert
nu féminin couché

01 julho, 2011

natal presente em julho







Sparks, Laurel
christmas in July
(2008)






... de modo que, dadas as medidas anunciadas pelo PM, no último dia de Junho, entramos em Julho com o presente sem grande futuro... São umas "prendas" jeitosas ...

29 junho, 2011

cem mil







Bukovnik, Gary
excited tulips







Oh meus (nem sei como vos nomear) esta coisa ultrapassou as 100.000 visitas esta tarde, fora as que cá vieram antes de eu ter aprendido a colocar o sitemeter. Este número redondinho aparece num momento em que ando com muito pouca disponibilidade não só para cultivar este canteiro, como para visitar os jardins por aí suspensos. O que não significa que eu não esteja muito grata a todos os que aqui passam e por tudo o que tenho aprendido nestas viagens virtuais. 
Beijinhos e abraços. :))))

28 junho, 2011

27 junho, 2011

manhã de segunda, mas uma boa semana (81)






Kahn, Wolf
growing out of orange
(2010)






Para mim um ponto de honra, tal como é desejar a quem passa dias bons! :))))

26 junho, 2011

há domingos assim (45)






Rochlitz, Barbara
o encontro

João Villaret, a procissão

Tocam os sinos da torre da igreja,
Há rosmaninho e alecrim pelo chão.
Na nossa aldeia que Deus a proteja!
Vai passando a procissão.

Mesmo na frente, marchando a compasso,
De fardas novas, vem o solidó.
Quando o regente lhe acena com o braço,
Logo o trombone faz popó, popó.

Olha os bombeiros, tão bem alinhados!
Que se houver fogo vai tudo num fole.
Trazem ao ombro brilhantes machados,
E os capacetes rebrilham ao sol.

Tocam os sinos na torre da igreja,
Há rosmaninho e alecrim pelo chão.
Na nossa aldeia que Deus a proteja!
Vai passando a procissão.

Olha os irmãos da nossa confraria!
Muito solenes nas opas vermelhas!
Ninguém supôs que nesta aldeia havia
Tantos bigodes e tais sobrancelhas!

Ai, que bonitos que vão os anjinhos!
Com que cuidado os vestiram em casa!
Um deles leva a coroa de espinhos.
E o mais pequeno perdeu uma asa!

Tocam os sinos na torre da igreja,
Há rosmaninho e alecrim pelo chão.
Na nossa aldeia que Deus a proteja!
Vai passando a procissão.

Pelas janelas, as mães e as filhas,
As colchas ricas, formando troféu.
E os lindos rostos, por trás das mantilhas,
Parecem anjos que vieram do Céu!

Com o calor, o Prior aflito.
E o povo ajoelha ao passar o andor.
Não há na aldeia nada mais bonito
Que estes passeios de Nosso Senhor!

Tocam os sinos na torre da igreja,
Há rosmaninho e alecrim pelo chão.
Na nossa aldeia que Deus a proteja!
Já passou a procissão.
António Lopes Ribeiro

25 junho, 2011

sábado de manhã (166)






Greenfield-Sanders, Isca
orange suit sleeper
(2007)

23 junho, 2011

não sei se havia necessidade (21)





Van Gogh, Vincent
bedroom in Arles
(1888)






O, Lee Sung
homage to van Gogh
(2010)
colagem de papel

22 junho, 2011

pro vocação

Não há homens providenciais como,  neste momento, Fernando Nobre sabe de experiência feita. Já mulheres...

:))))

parabéns






Renoir, P. A.
cesto de flores
(1890)





Muitos parabéns para a M. que faz hoje anos.
Beijinhos.

21 junho, 2011

Assunção está!


Além de um uso da palavra mais denso e interessante do que habitualmente se vê por aqueles lados, gostei que Assunção Esteves o tenha servido com uma expressão corporal sem medo de se mostrar mulher, afectiva e amorosa.