22 janeiro, 2009

crise: relação oficializada






Donley, R.
the crisis
2006)







A crise foi oficialmente declarada. Depois das inúmeras especulações acerca do seu aparecimento, de outras tantas manifestações da sua presença e do falatório público acerca do convívio chegado, a relação é finalmente assumida. Nada como botar os pingos nos is. Digamos que não era sem tempo... E se assumir fica bem, não chega. É urgente tratar da fulana devidamente e com sentido de responsabilidade. Além de ficar bem, faz ainda melhor! Que grande oportunidade para se mostrar que há ...

[Só consegui este perfil e com o rosto muito maquilhado (quase mascarado). Não consegui uma única imagem de frente, olhos nos olhos... O(s) rosto(s) da crise foge(m) como o diabo da cruz de se mostrar... Já os olhos dos que lhe sofrem as consequências... balhamedeus!]

[de pôr os olhos em bico; acontece aos melhores?]

8 comentários:

jrd disse...

Segundo eles, os preliminares são importantes, daí a demorada encenação.

Miguel Barroso disse...

Gostei.


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

mdsol disse...

caro jrd

Obviamente que pretendo fazer alguma ironia com o meu texto... e continuando... sem explicações que agora vão importam muito, quando se é sinistrómano o lado cerebral dominante é o direito e quando se e destrímano o lado cerebral dominante é o esquerdo... rsrsrs

:)))

Bemvinda assimetria
:))

mdsol disse...

É óbvio que a minha resposta ao jrd era para o comentário do post "aqui, da lateral" que está mais abaixo.
:))

Osvaldo disse...

Cara Mdsol;
Em tempos de crise que importância tem o lado ?!...
Que seja da esquerda ou da direita , a crise está no "meio".
bjs

mariam disse...

Mdsol,

credo,,,, raça da crise!... essa e a outra, a dos valores... que também cada vez mais se faz notar...

e hoje, nem música....!

um abraço
e um sorriso (meio esgar, desta vez rsrs)
mariam

sombra e luz disse...

Belíssimo e terrivel este branco e negro quadradinho que aqui nos traz...;)

por mim, acho maravilhoso que toda a vida e esperança se tenham refugiado no lóbulo auricular direito da fulana...naquele pendente pedacinho de carne desnecessário mas muitíssimo sensível que primeiro ouve, por vezes escutando até, tudo, tudo, o que nos dizem...

a crise não é nem nossa amiga, nem nossa inimiga...;) a crise é nossa irmã... melhor!... pior?!... quer vê-la de frente? quer mesmo?...;) vá ao espelho... olhos nos olhos, repare bem, a crise somos nós, cada um de nós...

explico-me...;)
crise é você e eu estarmos no "agora" a falar destas coisas, desta maneira displiscente... sabendo que a maior parte dos nossos semelhantes habitantes do "aqui" estão desesperadamente lutando tão só, por água, comida, e um buraco para fugir às bombas...

aqui e agora é quem somos, donde viemos e para onde vamos... em conjunto, mas cada um pelo seu pé...;)

acho mdsol, que a questão é mais profunda...
e que este é o tempo duma nova era que se funda ou afunda... depende...;)

botar os pingos nos is parece-me uma boa ideia...
depois, como acho que já sabe, está a organizar-se, num blog perto de si, uma expedição redentora que partirá rumo à islandia para resolver isto tudo... a tal brigada do fulgor pátrio...;)

Ok.
Desculpe a tanta prosa...;)

WOLKENGEDANKEN disse...

Gosto muito da pintura moderna, mas a maioria das obras que admiro nos museos nao gostaria de ter na minha casa. Este sim ! Pelo tanto se alguem quiser oferecer-me o original estou aberta para propostas :))