26 junho, 2008

o blog é uma tablete de chocolate (1)

Mucha, A.
Chocolat Ideal
1897
(Come chocolates, pequena;
Come chocolates!
Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates
Olha que as religiões todas não ensinam mais que a confeitaria.
Come, pequena suja, come!
Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!
Mas eu penso e, ao tirar o papel de prata, que é de folhas de estanho,
Deito tudo para o chão, como tenho deitado a vida.)

A.C./F.P excerto de A Tabacaria

O "belogue". É uma reflexão que quero fazer, mas que não me tem apetecido. Sobre a minha percepção da chamada blogosfera.
Embora tenha o blog aberto desde finais de 2006 só desde Dezembro de 2007 venho aqui regularmente! E, em Dezembro, entrei como em tudo! De coração aberto. Logo passado muito pouco tempo, percebi que a maior parte deste "mundo" funciona em circuito muito fechado. Fui-me apercebendo de alguns aspectos da "ética", se é que assim se pode chamar, do relacionamento bloguístico, cada vez mais consciente de que, nos blogs, as castas são tão nítidas e cultivadas como fora deles! Fui-me "ligando" a freelancers (como eu) com sensibilidades diversas, mas postura semelhante!
(continua...)

[Nota: dois estímulos para iniciar este texto vieram de bloggers que por aqui passam]

11 comentários:

O natural de Barrô disse...

Concordo plenamente contigo.Excelente post(como sempre).
Bjs

Justine disse...

Interessam-me muito estas tuas reflexões, como principiante destas andanças. Principalmente as relacionadas com a ética dos relacionamentos.
Espero o capítulo 2!

VEU DE MAYA disse...

Parece-me bem que um blog seja saboroso como tabletes de chocolate...
Convívio virtual saudável onde as diferenças são como acordes musicais...e cada qual respira o ar que apetece...
beijinho

Anónimo disse...

Espero, impacientemente, pela continuação.
:))
Zé-Carlos

GP disse...

Espero ansiosamente a continuação.
A sorte do meu blog é não ser uma tablete de chocolate. Já o teria comido há muito e "de carreirinha". Quando se trata de chocolate (sem recheios, sem pralinés, nada... mesmo tablete e de preferência semi-amargo) sou um perigo. Para eles, para mim e para a balança... Um desespero...

beijinho

um Ar de disse...

Ainda bem que eu não gosto de chocolate!... [Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade ou vontade, como a rapariguinha de "A Tabacaria"!...]
.
Assim, posso dizer, com alguma certeza, que gosto [mesmo], é do teu blog!
.
Provavelmente, estava a fazer falta pensar nisto...
.
Aguarda-se continuação [com muito agrado] e um beijo...

Duarte disse...

Chocolate, uma das minhas debilidade. Se é preto com amêndoas e de "Valor", melhor ainda.
Quanto ao "belogue", uma actividade que actua sobre os sensores da vontade de divulgar comunicando.
Sigo as tuas deduções.

heretico disse...

olha,levo um chocolate. posso?...

Tinta Azul disse...

Também aguardo a continuação.
Na blogosfera é como no mundo [e nas farmácias}...há de tudo.
Aqui reproduz-se o mundo e também se produz um certo mundo.

Carminda Pinho disse...

Será uma tablete de chocolate, para alguns. Para outros, é mais uma espécie de diarreia mental, mas o que isto (blogosfera) tem de bom é que só fico onde me sinto bem e, por vontade própria.

Para mim, pode ser chocolate negro, sff. :)))

Beijos

WOLKENGEDANKEN disse...

Freelancers ?! Interessante. Pois já notei isso tambem:há grupos, grupilhos, grupilinhos (?).E finalmente o tipo de pessoas que me interessam é o mesmo que na vida real: os multifaceticos que tambem estao dispostos a darem qualquer coisa de si e assim fazer possivel um troque interessante.