07 junho, 2008

Portugal 2 Turquia 0

2

0

8 comentários:

um Ar de disse...

Acabei de tomar conhecimento há pouco, enquanto jantámos [tarde, para não variar...].
.
Imaginei que estaria aqui alguma referência. Não me enganei!!!
.
É sempre interessante ganharmos alguma coisa... nem que seja no futebol.
.
[Beijo sem grande "nacionalismo", enfim...]

mdsol disse...

linda um ar de:
Fiz um relatório durante o jogo... mas não tive coragem para o colocar.... está sob a forma de rascunho...
Quanto ao nacionalismo estamos conversadas.
Beijo

mia disse...

Eu cá soube dos golos porque me telefonaram da Alemanha a contar... Estava vendo o anoitecer ao pé do mar e loooonge... de jogos. Fico contente que chegaste bem... bjs

Duarte disse...

Começamos bem, vamos a ver até donde chegamos. Espero que pelo menos como da última vez, mas desta feita para ganhar, já está bem!

Carminda Pinho disse...

Também vi.:)))
Não podia deixar de ver, bolas!
Sou portuguesa, aqui e em qualquer lugar!!!
:) Beijos

Pulsante disse...

Eu fui vendo o jogo, enquanto tratava do wok e do que ele continha. Não pude deixar de me lembrar, aquando das imagens iniciais em que ambas bandeiras surgiram lado a lado, vendo as quinas e o crescente, de outros campos, outras lutas e de outras causas que já foram sagradas, tal qual esta causa futeboleira.. É assim o fluir do tempo, bem assim como a reinterpretação das iconografias.
Vi e escutei a alegria daqueles que são os meus, mas que apesar de o serem neles não me revejo, mas percebo a sua raiva por uma vez embrulhada em alegria. Falo dos meus que estão lá fora, nesse lá fora em que eles por mais que estejam dentro estão sempre do lado de fora.
Que ao menos os golos e as vitórias se prolonguem por mais uns jogos para que possam eles, por mais uns dias, a embrulhar a raiva em alegria.

Juani lopes disse...

esperemos que el final sea igual
saluditos

mdsol disse...

para todos:

este fenómeno desperta-me sentimentos complexos e compreensões que são mais intuidas do que esclarecidas cabalmente. De qualquer modo acho que o desporto espectáculo profissionalizado deve merecer reflexão e não abandono nas mãos de quem só o negoceia. Porque ele aí está! E não é o desporto que dita as agendas dos telejornais, nem os programas tótós, nem os exageros das minudências, como já escrevi algures por aí...
saudações desportivas a tutti quanti!
:))