12 junho, 2008

conversas com a Isaura (1)

Querida Isaura

... A vida pode ser de muitas formas e ser realista não implica, necessariamente, ser pessimista. Podemos ser, a um tempo, realistas e optimistas. Ser realista e até céptico, pode conduzir a uma forma de lucidez interessante. Com generosidade e sentido de humanidade pelo meio, não corremos o risco do cepticismo nos tornar cínicos. Então Isaura, sejamos críticos, cépticos e generosos. Assim, talvez construamos uma esperança lúcida e nos afastemos de um cinismo mortal e de uma ingenuidade completamente improdutiva. Que te parece? Dá-me notícias!
Muitos beijos
9 de Setembro de 2003

1 comentário:

um Ar de disse...

Estou ansiosa por ler "conversas com a Isaura (2)".
.
Gosto imenso deste género de escrita, assim, em forma de correspondência.
.
Até gostava de experimentar, depois de um livro que li, há mais de uma dezena de anos, na Biblioteca de Proença-a-Nova [onde dei aulas um ano] e estreei a maior parte dos romances que trazia para casa...
.
Belos tempos... em que tinha tanto tempo, para mim e para o meu filho.
.
[Beijo de aguardo a parte (2)]