17 setembro, 2010

hoje anoiteci assim






Smaldone, Jane
one dark teardrop in paradise
(2005)




Se aquilo que se diz ter sido destruído no Paraíso era destrutível, então não era essencial; mas se era indestrutível, então vivemos numa falsa crença.

Franz Kafka, aforismos, ed. Ulmeiro,20


Baden Pawell, tristeza 

9 comentários:

jrd disse...

É quase amanhã... :)

jrd disse...

É quase amanhã... :)

ariel disse...

Bravo post, desde o aforismo de Kafka à "tristeza" de Badan Pawell, já para não falar no quadro!

:)))

Mónica disse...

há coisas destrutíveis q são importantes..não?? não. pois agora fiquei a pensar eheheheh

as pessoas são destrutíveis, morrem. e são importantes. as árvores são destrutiveis e são importantes

opá diz lá ao kafka q n tou a perceber

Rogério Pereira disse...

Desta vez
Sou da turma da Mónica.
...enquanto espero por uma resposta kafkiana, mantenho-me a ouvir Baden Pawell

Boa?

anamar disse...

"E porque hoje é Sábado ...," de VM...
E não é porque os dias mudam que as nossas alegrias se renovam.
Haja uma restea de esperança da qual já começamos a duvidar, com BP com música de fundo~
Beijinho

R. disse...

se a lágrima cai no paraíso, talvez de 'escura' passe a luminosa, e de triste a feliz.

Bom fim-de-semana :)

manuel gouveia disse...

Este dito do Kafka é para reflectir.

candida disse...

masé uma tristeza linda. uma tristeza feia seia diferente.