15 abril, 2008

um pouco mais de azul


primeiro finalista da Taça de Portugal 2007/2008 : FCP

(parabéns ao FCP, em particular aos jogadores por manterem este nível de motivação, mesmo depois de terem ganho tão precocemente o campeonato, e ao Jesualdo Ferreira por conseguir isso mesmo dos jogadores...)

5 comentários:

Justine disse...

Oh mulher, não achas que é desperdiçar Mário de Sá-Carneiro e um poema tão belo com o assunto que é? Eu sei, eu sei, odeio futebol, e tu, também sei, és uma mulher do Nuorte, mas mesmo assim... :))

um Ar de disse...

Como eu acho interessante este teu apego ao FCP e ao desporto!...

Como te disse, inspiras algumas das minhas aulas com as turmas desta área.:))


[BEIJO,

mariadosol disse...

Justine
Eu percebo-te. E confesso-te uma coisa aqui que ninguém nos vê: tenho uma amiga, daquelas que se têm poucas na vida, formada em Filosofia, companheira de algumas boas causas, delicada na firmeza das suas convicções que um dia, contava-lhe eu aventuras minhas pelo FCP, se "atreveu" (ela é muito delicada e fê-lo como um atrevimento) a dizer-me: se eu não te conhecesse ia pensar tão mal de ti, dessa tua ligação...
Eu acho que na cabecinha dessa minha amiga ia qq coisa como: "Como é possível... Ou parece impossível"! Mas, linda Justine, as coisas nem sempre são só o que parecem....rsrsr

um ar de
Podes não crer, mas tive lições de dignidade por parte da "instituição" FCP que não encontrei noutras instituições muito mais doutas e "talhadas" para comportamentos superiores. Nada disto me "obnubila" (pelo menos tento que não) relativamente a hipoteticas misérias com as quais não posso, naturalmente, identificar-me.( eu faço cada confissão) rsrsrs
Beijos a ambas

herético disse...

gosto de azul.às riscas!...

Tinta Azul disse...

Um dia a mariadosol pediu-me para ir com ela ao FCP e eu quase me zanguei. Vou lá agora ao FCP. Não vou nada! Perante a insistência lá acabei por conceder e disse: pronto, vamos lá. Não, disse ela, assim não podes ir. Assim como? De camisola vermelha! Então não vou caramba! Vais, mas muda de roupa senão vais sentir-te mal. Contrariada mudei de roupa. Fui.
E não é que gostei muito de ter ido? Que gostei bastante de algumas pessoas que lá conheci? Que apreciei tanta delicadeza,[entre outras coisas] quando não esperava encontrar nada disso?
Pois serviu-me de lição. As coisas são muito mais, e por vezes muito diferentes, daquilo que nos parecem. Tal como a Mariadosol também não me identifico, de modo algum, com certas coisas. Há coisas e coisas...pois claro!