03 abril, 2008

... rotinas é para quem sabe e pode...

"Desgraçadamente, cada vez sentia a caneta mais perra. Sabia de há muito, desde que assumira dramaticamente o acto acordado de existir, que nunca o melhor do meu esforço, beneficiaria do usufruto dos hábitos. Diante de cada trabalho, por mais fácil e repetido que fosse, ficava atarantado como um principiante a ensaiar, na confusão e na dúvida, os primeiros passos. A tropeçar constantemente na originalidade fundamemtal dos seres e das situações, a exigir para cada experiência uma voz inédita, sem poder deduzir por analogia qualquer padrão invariável de conduta, e incapaz de utilizar em benefício próprio, os variados expedientes do êxito, só me restava a dignidade de ser lucidamente um eterno aprendiz".
Miguel Torga, A Criação do Mundo, (1ª edição conjunta c/ prefácio) Coimbra, 325

by the way
um dia, num daqueles textos terapêuticos escrito em data que não registei e com o título "Coisas que me derrotam", logo no segundo parágrafo escrevi eu o seguinte:
. Não conseguir ter rotinas (as mais elementares) … tenho de “recriar” todos os dias tudo… dá uma trabalheira… é uma canseira … perde-se imenso tempo… (nunca resolvi o assunto…precisava de ter uma ama-seca, o que... convenhamos…ou então …alguém que ... mas não é qualquer pessoa que eu deixo tomar conta de mim (questões práticas, portanto…)

ora bem! ... (remato eu agora) rsrs

imagem: capa da 2ª edição de O Terceiro Dia , Miguel Torga

Ah! tenho duas edições de "A Criação do Mundo" de Miguel Torga...
um dos livros foi-me oferecido no verão...


2 comentários:

um Ar de disse...

É o Torga, cuja prosa eu gosto imenso [embora não possa dizer o mesmo da poesia]...
... e és tu...
... a dizermos, de diferentes modos, em diferentes contextos [até históricos]...

... como estava a dizer...
... realidades tão semelhantes...

[BEIJO]

mariadosol disse...

Um ar de
Já uma vez aqui disse (ou por aqui) que tb prefiro a prosa do Torga...diria mesmo: prefiro de longe...
bjssss
:))