26 abril, 2008

sábado de manhã (3)




Balthus,
Dormeuse,
1943

3 comentários:

um Ar de disse...

Acordei demasiado cedo e ouvi Jacques Brel...

Ainda não tinha aparecido esta mulher que dorme...

A minha net não deu para comentar nada.

Mas sim... não deixa de ser mais adequado, ainda, este ar de sesta!... [pois se é mesmo o que estou a precisar!... Tanto!].

[Beijo dormente...]

prafrente disse...

pela forma com a senhora dorme parece que ainda está na ressaca do tri...

mariadosol disse...

um ar de:
Quanto ao Brel estamos conversadas portanto...sem palavras.
No Sábado passado falhei porque, de facto, bem cedo me chamou o dever e embora tivesse acesso à net lá na capital, há coisas que precisam do seu ambiente para não srem feitas por fazer...
:))
prafrente
Bem vindo...gostei da piada sim! O humor é coisa muito boa.
:))