27 abril, 2008

JJ for ever



O acaso colocou-me esta canção por perto recentemente. Como podemos trair assim amores tão importantes colocando-os no limbo do nosso quase esquecimento...
Depois vem à memória tudo em catadupa...

(Que será feito do pequeno vinil com a canção Mercedez Benz que as minhas colegas do Luso-Francês me ofereceram no ano em que fiz 18, chocadas com a minha preferência...)

4 comentários:

herético disse...

belo acaso.

Duarte disse...

Voz e temperamento...

Amalia disse...

Essa força tinha a voz desta mulher! Eu amo!

Saudações!

Anónimo disse...

Sem dúvida uma bela recuperação do tempo. Também com aquele nome (JJ) que esperar?