24 abril, 2008

um ar de Brel



Todinha para a um ar de, que me fez saltitar a memória.
Como eu gosto do J. Brel.
Hope u like!

2 comentários:

um Ar de disse...

Acordei, de manhã com esta prenda incrível...

Este é um dos temas que eu mais prezo. O autor nem se fala!
Senti uma saudade tão grande!...
Este homem compunha, cantava, dizia... com o corpo todo.

E as palavras são espantosas, não são?
"... ils pissent comme je pleure..."
Viste o ar meio sem jeito da audiência? Batem palmas, pois batem, mas...

Adorei, mesmo.

[Beijo de lágrima...]

P.S.: Andei pelo porto de Amsterdam, há muitos anos, à procura destes homens e mulheres, por causa desta obra de arte.
Alguma coisa encontrei, de semelhante. Mas a obra superou a realidade. Outros tempos, também? Talvez...

mariadosol disse...

Lindíssima um ar de
Que bom que gostaste. Ao ler o teu comentário e as palavas " Dans les rues de Amesterdam" ouvi-o literalmente a dizer Dans les rrrrues d' Amesterrrrrdam... saído bem das entranhas da alma. Foi o tempo de procurar no You-tube e colocar. Que bom que gostaste...
Um beijo à mille temps rsrsr