13 abril, 2008

...música...













15 comentários:

um Ar de disse...

vkvdqPois, Parabéns!!!

... à Maria do Sol ...
... à amiga ...
... à pessoa ...
... por ser tal e qual
quem é e como é e porque é!

Fazes parte dos meus dias
e é uma parte importante,
mesmo.

Um dia cheio para ti
cheio, pleno, branco
... e vermelho de vida!

[BEIJO de 13 de Abril]

Vieira Calado disse...

Desejar-lhe um bom Domingo...
com boa música!

Tinta Azul disse...

PARABÉNS!
:)))))))))))

Paulo Sempre disse...

Gostei do "barco negro" na voz de Amália Rodrigues.
Gosto de fado e de Amália - sou uma excepção à minha geração - Amália foi (é) admirada, idolatrada e profundamente amada pelas muitas plateias que levou ao delírio ao cantar a alma Lusa, a alma que é, afinal, a de toda a humanidade e que cabe, inteira, no abraço de Amália.
Desde o Olympia de Paris, passando pelo Savoy de Londres, Lincoin Center de Nova Iorque até ao Coliseu de Lisboa ou ao largo de festas de qualquer aldeia, há, no ar, qualquer coisa, tipo magnetismo, encantamento que nos arrebata para o "sagrado e profano" que Amália tinha na voz.
Até sempre
Paulo

GP disse...

Obrigada mariadosol pelos momentos maravilhosos que me proporcionaste com esta miscelânea musical.
Obrigado por me "dares música" em português.
Obrigada por me trazeres a Elis cuja música "Casa no Campo" me tem acompanhado toda a vida.
Obrigada pelo meu querido "colega" António Gedeão.
Obrigada pelo inesquecível Adriano Correia de Oliveira.
Obrigada por me recordares os saudosos anos 60.
Enfim. Obrigada por tudo.

Vai ao sarrabiscos que o que coloquei hoje é para ti.

Beijinhos

O Profeta disse...

Hoje não vou falar de amor
Hoje tenho saudade de canções
De uma voz perdida no tempo
Que me ensinou o sonho, as emoções

Hoje senti saudades da minha rua
Da casa fria e quente da ternura
Do cheiro a lenha, pão amassado
Dos abraços tidos de forma tão pura


Hoje convido-te a saberes um pouco de mim


Bom domingo



Terno beijo

Rosi Gouvea disse...

Quem faz um poema abre uma janela.
Respira, tu que estás numa cela abafada,
esse ar que entra por ela.
Por isso é que os poemas têm ritmo
- para que possas profundamente respirar.
Quem faz um poema salva um afogado.

...Mário Quintana...

Agora queria ficar morando aqui.
Mas estou de passagem.
Deixo aqui admirações a abraços!

mariadosol disse...

Obrigada a todos...
O meu dia seria muito menos rico sem estes encontros aqui...
bem hajam
um ar de
vieira calado
tinta azul
paulo sempre
gp
profeta
rosi gouveia

:))

Justine disse...

MdS, neste momento estou a ouvir a Mercedes Sosa a cantar o "Unicórnio azul", e deixo,perdoa-me, a tua música para mais tarde.Mas voltarei!
Agora, só agradecer-te a generosidade da apreciação lá na minha casa :))

Osvaldo disse...

Olá Mariadosol;
Verdadeiro Festival de Música do Mundo, com artistas maravilhosos, alguns que eu vi ao vivo (Chico, Milton, Elis, Teresa Madredeus) mas sem dúvida quem me fez parar no tempo musical foi Amália. Também ela, Amália, tive o prazer de a ver actuar, a primeira vez no Rio de Janeiro (no Canecão) nos anos 70 e 20 anos depois na Salle Communal de Plampalais em Genebra. Se na primeira vez Amália cantou para um público que esgotou durante dois meses a imensa sala de espetáculos, na segunda, em Genebra, foi a imensa sala de espetáculos que cantou para Amália e foi de certeza o maior e melhor concerto musical a que eu tive o previlégio de assistir e confesso que cantei, aliás todos nós cantamos, "até que a voz nos doa".
Assisti mais terde já no inicio dos anos 2000 ao musical "Amália" de Filipe La Féria no Arena de Genève em que numa só apresentação,10 mil pessoas se renderam ao encanto da Diva do Fado.
Parabéns por este teu blog e um abraço.
Osvaldo

Justine disse...

Amiga, que heróica e fascinante selecção musical! Feitinha à medida das raparigas da minha geração :))
Wish you were here, para te dar um beijinho agradecido!
(e especial, especial, aqui prós "pombinhos" é a Estrela da Tarde)

GP disse...

Estive aqui um dia destes, ouvi, escrevi mas não sabia que toda esta música era para a festa dos teus anos. Doube agora pela tua irmã. Espero que o dia tenha sido lindo e que os dias que faltam até ao próximo aniversário sejam vividos a 100%.

Um beijo

mariadosol disse...

lindíssima gp:
Ainda tem mais significado...ainda me comove mais...
Se eu tivesse "queda" para místicismos tinha motivos para começar com aquelas conversas do "não há coincidências"... Convenhamos que, independentemente dessa abordagem, revela, no mínimo, uma generosidade firme da tu aparte...e, quando assim é, as boas coincidências acontecem ... Como dizia o Ballesteros (o do golf rsrsrrs) "ter sorte dá-me muito trabalho"...
um beijo muito comovido

Cândida disse...

lindoooooooooooooooooo
gande muxica. é o milton nascimento não é?

Duarte disse...

¡¡¡Maravilloso!!!
Excelente selección de buena música. Me ha gustado muchísimo...