02 julho, 2008

pausa

um dia, mão amiga (hum, gosto da expressão "mão amiga"...), bem, adiante... alguém que me "topou", deu-me, há uns anos, este livrinho leve, elegante e claro...a ver se eu.... descontraía mais. na altura agradeci (cá p'ra mim os mimos nunca se desdenham) mas folheei-o quase com diletância. mas não é que, por portas travessas, sem nunca mais me lembrar do livro, acabei por fazer um esforço para... e tomar decisões que...e é isso que vou fazer estes dias... embora também leve trabalho, levo sobretudo vontade de estar muito tranquila... se não conseguir ligar a "geringonça" que me permite ter net no portátil fora de casa, o encontro que aqui fazemos diariamente fica suspenso até domingo....se funcionar... não se livram de mim!

Saluditos a todos
Gilbert O'Sullivan canta alone again naturally

15 comentários:

Anónimo disse...

Bem merece umaa pausa, com a abundante produção que tem tido...(que inveja !)
:))
José-Carlos

Véu de Maya disse...

Nostalgias endiabradas...E a arte de não fazer nada...é muito difícil...naturalmente quando é acompanhada de bom gosto. A Maria do Sol anda cá com uma pedalada!...Vida/cultura/felicidade
e comunicação.

poetaeusou . . . disse...

*
acredita
no bill gates
ou . . .
no simplex
,
como queiras,
,
conchinhas
,*

Wolkengedanken disse...

E quem se queria livrar de ti ! Uma boa semana seja onde for

Duarte disse...

Está bem, tu ante tudo.
Feliz verão.

~pi disse...

pausa e....boa música! :)




~

Carminda Pinho disse...

Vou procurar esse livro. Fiquei curiosa.:)
Bons dias de descanso.

Beijos

Juani lopes disse...

me gustaria tener un dia para no hacer nada
saluditos

um Ar de disse...

Espero que consigas a tranquilidade...
O Verão, tenho dúvidas, que o encontres todos os dias.
Talvez não precises dele, para te sentires bem.
.
Por aqui, vou construindo os finalmentes, por enquanto...
.
Hoje não precisei de andar de carro e percorrer distâncias. Fico a trabalhar, por aqui, mesmo.
.
Un bon séjour...
.
[Beijo...@...]

O Profeta disse...

Hoje vou falar de um bruxo
Do julgamento dos seus fracassos
Das marcas deixadas no pó
Dos seus errantes passos

Convido-te a partilhar a Serenidade na palavra


Mágico beijo

um Ar de disse...

Então?
Que pausa imensa!...

[Beijo de preciso de novidades]

heretico disse...

espero que a "gerigonça" funcione. apesar de tudo ... rss

(bom descanso)

Anónimo disse...

... me gustaria tener un dia para hacer tudo.

cap silvino, c/ juani lopes

Anónimo disse...

Sente-se a sua falta...
:)))
José-Carlos

Eduardo Leal disse...

Bela esta arte... de não fazer nada.

Pena que possamos usá-la tão poucas vezes.