05 maio, 2010

rima inesperada







Heron, Patrick
may 
(1965)










Maio pardo e ventoso faz o ano formoso
[Se o povo diz ...]



Madredeus, maio maduro maio (Zeca Afonso)

9 comentários:

Luis Filipe Gomes disse...

Andam grãos de pólen no ar, como bolas amarelas, sobem dos relvados às janelas.

Moon disse...

Espero que o povo não se engane!

jrd disse...

Também espero um ano "em beleza". ;)

Rogério Pereira disse...

Para que queremos um ano formoso se ele vier a ser mau como as cobras?

mdsol disse...

oh Rogério Pereira, e porque é que se for formoso tem de ser forçosamente mau? E não podemos não sofrer por antecipação? E havemos de levar tudo à letra?

Mas, que fique claro: os seus comentários são muito importantes. São comentários desinquietos...

:)))

lino disse...

Vai ser uma beleza, vai, pelo andar da carruagem...
Beijinho

Mónica disse...

gosto da pintura, gosto do quadradinho BNB q aparece no meu blogue, n me canso de dizer, tens um poço de coisas belas

Daniel Santos disse...

tem se notado.

Mar Arável disse...

Maio formoso

apesar do tempo