14 julho, 2009

se lou





Gray, C,
release 3
(2004)









Engelbert Humperdinck , please release me

Please release me, let me go,
For I don't love you anymore.
To live a lie would be a sin.
Release me and let me love again.

I have found a new love, dear.
And I will always want her near.
Her lips are warm while your's are cold.
Release me, my darling, let me go.

Please release me, let me go,
For I don't love you anymore.
To live a lie would be a sin.
So release me and let me love again.

Please release me can you see
You'd be a fool to cling to me
To live a lie would bring us pain
Release me and let me love again
(let me go, let me love)

[Também não é propriamente o meu momento Tony Carreira. Vá lá, concedam que dançaram uns slows ... adiante...:))))]

6 comentários:

anamar disse...

mdsol, há quanto tempo não ouvia esta canção!
recuerdos...
Beijinho
:))

jrd disse...

Quer dizer: a tomada da Bastilha "referida" no poste anterior, merecia uma canção francesa.

Carminda Pinho disse...

Ai não! Que não dancei, eheheheh...
Boa ideia, a tua, Mdsol.

Beijos

mdsol disse...

Meninas, desculpem, mas agora tenho de me explicar com o jrd: eu tinha percebido que o reparo era para o post de baixo. Balhamedeus :)))

Je Vois la Vie en Vert disse...

Estou a dançar, romanticamente, agarradinha ao meu computador...

Belas recordações me traz esta música do Engelbert Humperdinck. Reparem que mesmo com este nome tão comprido e pouco comercial, este artista teve êxito ! Mas, por acaso, é a única canção que conheço... alguém sabe se houve outras ?

beijinhos fresquinhos da

Verdinha

cristal disse...

Obrigada pelo ciel de Paris e por me lembrares que dia é hoje!!!