08 dezembro, 2008

..........................post centrado...............

Boakye, L. Y.
Politics
(2005)

Dantes: "OS RICOS QUE PAGUEM A CRISE"*
Agora: "A CRISE QUE PAGUE AOS RICOS"


Placido Domingo, if I were a rich man

[eh lá! este post, assim placidamente posto ao centro, oh pah... faz mesmo um centrão! sim senhor, que rico post: político, mas económico... (ai estes actos de contrição... modismos... solenes, se for caso disso, ... bem ... tem dias... ah, pois tem ... há dias e dias ... há dias de fugir, outros mais ligados à comunicação, outros de ir às lágrimas independentemente do dia da semana e até outros em que se me afigura que saltam coelhos da cartola)]

*palavra de ordem da udp, há uns anos atrás rsrsrsrsrs!

21 comentários:

Graça Pimentel disse...

Colocaste agora este post magnífico e eu sou, finalmente, a primeira. As frases estão magníficas. Actuais. Essa do centrão nem quero perceber... soa a política...
Fico-me pelas frases e pela imagem (linda!)

beijinho e bom feriado

António Torres disse...

A imagem do post foi magnificamente escolhida.
Estas políticas são, de facto, assustadoras.
Resumindo: aos ricos não é permitido terem crise...
Há logo uns pobres que acorrem a ajudar. Por vezes são voluntários à força...

prafrente disse...

Nocturna inspiração...a mim a noite faz-me sono...e politicamente gostava que os pobres morressem todos...assim os ricos seriam obrigadoa a trabalhar...

Bom feriado...

livia soares disse...

Sim, querida,
está tudo bem. Fiquei comovida por teres perguntado.Passei por aqui
para dar uma olhada e fico feliz em ver que continuas firme com as belas postagens.
Um abraço.

observatory disse...

.....................central

ao centro?

:)

beijo

Violeta disse...

Eis o que se chama um post bem apanhado...
bjs

Violeta disse...

Eis o que se chama um post bem apanhado...
bjs

Justine disse...

Há dias! Eu há meses que me sinto rodeada por uma quadrilha de ladrões, malfeitores e criminosos e não tenho porta po onde escapar...
Beijo

mariam disse...

Há dias assim, como todos-esses tão bem descritos neste oportuno post! são de arrepio...balhamedeus! ele os há também, como este meu d'hoje, onde não ligarei a TV não abrirei jornais nem revistas, ouvirei música e preguiçarei o mais que puder... e andarei por aqui também!
é sempre bom, aqui voltar...

bom feriado, Mdsol
um abracinho e um sorriso :)

mariam

O natural de Barrô disse...

O mundo mudou muito depois da palavra de ordem da UDP.
Já não faz sentido a dicotomia entre esquerda e direita.
É fundamental encontrar uma nova cidadania.
Mas qual?
Ninguém sabe!
As novas tecnologias(Tv Cabo,Internet,Telemóveis...)vieram amorfizar ainda mais as pessoas. Estão a criar oásis de liberdade e afectividade que não têm impacto social, porque não provocam brechas no sistema que permitam originar mudanças.

Furetto disse...

A senhora da esquerda no quadro é parecida com a que ficou com a minha primeira namorada... ao pescoço.

anamar disse...

Belo post mdsol!!!
Agor utizamos mais a "cantiga como arma "nesta teia que nos mais autosatisfaz...
Estamos mais fechados... e eles vao tendo tempo para comer tudo!!!!
Abracinho
Ana

Tinta Azul disse...

é mais D menos D
vai tudo dar ao mesmo!

PS. era mesmo só isto!

:)

um Ar de disse...

Não estou tão certa, assim, de que as novas tecnologias vieram amorfizar...
Às vezes servem para passar "a palavra de ordem"... a imagem que faz rebentar o "não"!
.
E muitas vezes não.
Parece que sempre foi assim com todos os "artefatos" inventados para comunicar[mos].
.
[Beijo...@]

Jardineiro de Plantão disse...

Vou já pirar-me antes que da tela saltem...

Só que estou perdido... não sei para onde ir... também não sei onde fica a a sede dos Unidos na Desordem Portuguesa (UDP), será que fica junto ao largo do rato.

Abraços

Anónimo disse...

Pois é : há uns anos atrás... Mas temos o Bloco !
E (hoje, p'ra variar, estou optimista...) seja tudo pelo melhor !

:))))

José-Carlos

Dois Rios disse...

Post inspiradíssimo, minha querida Sol!
Como sempre!

Beijos muitos,
Inês

Pepita Freak disse...

Só se tem o que se merece, até mesmo coelhos numa cartola ou moedas de 50 cêntimos... mas para isso há que tocar e ao som das flautas podem saltar serpentes e ratos. Nunca se sabe!

Donnola disse...

e aquela de branco é a lili caneças :DDDDDDD combina pá!

Véu de Maya disse...

A crise? quem a pagará? tenha a melhor vida que puder...mas temos de olhar á volta... bela música...

abraço

véu de maya

bcpcrime disse...

Somos resignados, humildes e povo trabalhador, aguentando pauladas dos “vampiros”…
Isto já tinha acontecido com o BCP e viu-se!!!
Aliás continuam a extorquiar inocentes…
Prova-se que estamos escravos dos “gurus” da banca…
Há milhares de famílias Portuguesas que não têm que comer...
Liga-te a mim...