05 dezembro, 2008

dedo apontado






Chema Madoz
(fotografia)







Ohhhh! Afinal, nem sempre a função faz o orgão!



1.1) As funções, ai as disfunções!
1.2) Balhamedeus, mais fraudes?
2) São mais as vozes do que as nozes!
3) Eu não acredito nestas coincidências!
4) Se assim não for, dá-me cá uns nervos!!!
5) Balhamedeus, habituam-se a ter motorista e depois dá nisto!
6) Diz que não conhece o sr. do BPN de lado nenhum!
7) Haja Deus, que não há-de ser tudo uma desgraceira.

8 comentários:

Mar Arável disse...

Por vezes é preciso espetar

os dedos

cristal disse...

Bai s'aber é tudo anjinhos... o que me vale é o BnB para não ficar "fora do mundo". Mas ainda bem que me avisas com o "balha-me deus" para nãó me dar um "treco" quando chego à notícia... e pelo menos um português foi lembrado pelo pai natal... que existe, claro que existe... como os anjinhos das outras notícias estão fartos de afirmar.

WOLKENGEDANKEN disse...

Ah nao, Solzinha nao me digas que vais voltar as costas a Darwin e tornar-te criacionista :))

Donnola disse...

essa numeração tem um q de dedo bem organizado :P

(só vi o último link e pronto se n é desgraça é graça desmesurada)

Donnola disse...

eu acho q o baton tá excelente, afinal é ou não é o que a ponta imita? o dedinho a pintar o lábio.. ok a unhaca dipensa-se mas é pra dar aquele toc surrealista ahahahahah

Anónimo disse...

pequena receita para melhorar mundo;

que mulheres e homens não esquecessem,
que SÃO muito mais que o negócio
o milhão,
a função:))
... tudo é tão provisório...
é preciso levar a semente e a
canção, pegar @ amig@ na mão...
fazer a melhor escolha:))

" so you think you can tell heaven from hell
blue skies from pain….
a smile from a veil?...
how, how I wish you were here!"

http://www.youtube.com/watch?v=m3AAxZTq0mQ&feature=related

urgente voltar com entusiasmo à...

“long road and on down the causeway….
there was a ragged band that followed in our footsteps
running before time took our dreams away
leaving the myriad small creatures trying to tie us to the ground
to a life consumed by slow decay”...

e não esquecer a

...a hunger still unsatisfied
e
the grass...greener...with friends surrounded"...
(High hopes, Pink Floyd)

http://www.youtube.com/watch?v=mUxKgtFHDo8&feature=related

esta é a hora em que...

“a soul in tension that's learning to fly
condition grounded but determined to try”

mesmo quando (ou ainda mais...)

can't keep my eyes from the circling skies
tongue-tied and twisted just an earth-bound misfit, I”...
(Learning to fly, Pink Floy)

http://www.youtube.com/watch?v=xb-Nacm-pKc&feature=related

hoje belo dia é para a mudança iniciar
amanhã também será, se os receios afastar

não esquecer a doçura
na palavra esperada
(quando a bola em nossa área,
cumpre a melhor jogada:))

beijos

***

Anónimo disse...

(cont.)

(...) é que nos deuses mais leves reside
um impulso contínuo de ascensão,
sempre, a partir do coração (...)
Rilke

***

Graça Pimentel disse...

Com esse dedo em riste... cliquei em tudo. Para tudo o que li só consigo parafrasear-te "balhamedeus"... nem sou eu o português do euromilhões...

beijinho