05 dezembro, 2008

amigos com pernas curtas?





Bochner, Mel
obscene money
(2006)







"quem tem amigos, não morre na cadeia"


Rui Veloso, não me mintas

[Adenda: negócio de D.L em P.R. feito contra pareceres internos]

17 comentários:

OnlyMe disse...

Gosto muito de Rui Veloso e essa música é excelente.
É bom ter amigos quando realmente o sao.
Obrigado pelas suas amáveis visitinhas ao meu blog. Hj tava um pouco irritada de manha (para n dizer outra coisa lol), mas a tarde já tinha passado hehe.
Jinhos :)

Duarte disse...

Este seria um tema para um grande debate.

Depende de quem e que tipo de amigos tem...

Rui Veloso, um dos grandes, e ademais dos nossos!

:)))

Beijinhos

anamar disse...

São as chamadas gaiolas douradas...
Grande verdade....
Vi a sua visita... ao triste pai Natal... também não gosto da quadra, e porque sim... já ando a deprimir!Mas foi a inha metáfora ao pobre país...
Atenta de si, sempre!

Anónimo disse...

belo, comoveu-me :))
não conhecia esse tema de Rui Veloso,

pode parecer estranho, conhecia G.Vandré e esse do Rui, não. preciso me reciclar ou assim,
há imensa coisa que não sei, e já não tenho vintes, para aprender...

emocionei-me especialmente com o primeiro, segundo e último versos :))
algo me diz que coisas assim relacionadas com pedras, amarras fortes e cais seguros, faróis que guiam viajantes no mar...dizem-me muito. faz-se dessas imagens poesia, e vida. Vida, quando são mais do que imagens:))

lembrei-me do 'es muss sein' (tem de ser!) de Beethoven citado por Kundera

e os seres 'do peso'...(e não os da leveza...)
(a maioria deve saber do que falo, mas deixo um link porque me é um tema muito caro
http://generalizador.blogspot.com/2007/09/esplios-da-insustentvel-es-muss-sein.html

fui à procura do último quarteto de Beethoven (últ.movimento) que 'es muss sein' inspirou.
não o encontrei (no link acima já não se consegue aceder)

mas gostaria de partilhar esse trecho de um dos filmes sobre Beethoven, onde o amigo Anton Schindler procurou descobrir quem era a 'amada imortal' à quem ele dedicou longa carta, encontrada depois de sua morte. não há consenso sobre essa mulher. neste filme é apontado como sendo sua cunhada.

desencontros, mágoas e feridas profundas (que os ultrapassavam)irão separá-los irremediavelmente. quando tudo o que era preciso... podia ser tão simples!!! :))

(dois belos trechos dessa carta)
http://www.starnews2001.com.br/beethoven/bien_aimee.html

(quase ao final do filme)
http://www.youtube.com/watch?v=bcR63fPtSLs&feature=related

(desculpem o exagero, tinha de partilhar isso. são temas que se relacionam e me dizem muito... :))

e já me emocionei bastante nessas duas músicas, Rui Veloso e Beethoven ...((alma gentil e espírito vigoroso, que só encontrava paz na natureza, nunca com um outro ser. mágoas demais, talvez. mas podia ser diferente... :))

tinha de partilhar! os posts nos tocam de diferentes maneiras, não é?

***

Anónimo disse...

dois dos links copiados novamente:

http://generalizador.blogspot.com/2007/09/
esplios-da-insustentvel-es-muss-sein.html

http://www.starnews2001.com.br/beethoven/
bien_aimee.html

***

Rini Luyks disse...

Obrigado pela visita ao blogue Anacruses (post dos seios e bonecas insufláveis...) e parabéns pelo seu blogue.
É um turbilhão de impressões, mas gosto!

Abraço,

Rini

Anónimo disse...

gostaria de acrescentar, em favor da beleza das coisas

no primeiro link que citei relacionando à 'voz do destino', Beethoven, antes do último movimento(quart de cordas) acrescenta a frase "Der schwer gefasste Entschluss"
(os que sabem alemão que me corrijam)
A pesada (difícil) decisão tomada.

Não gostei de como no texto do link foi traduzido (a decisão gravemente medida).
Gosto mais de 'A DECISÃO GRAVEMENTE PESADA'
como aparece na minha tradução de 'A insustentável leveza do ser'
(de memória, pois levaram-me o livro)

***

Anónimo disse...

Tudo nos preceitos... (obscene, bien trouvé !)

:))))

José-Carlos

delicata disse...

Obrigado pela vizita ao meu blog. :-)

Bonito poema na música do Rui Veloso

Anónimo disse...

nota: o trecho do filme que sugeri acima, não apresenta o último quarteto (ficou confuso o que escrevi)
não disse que música aí é tocada para causar impacto. acho que vale à pena...
((amores assim, vividos com intensidade e verdade, não dá lugar a mentira. o que é puro, não pode se deixar corromper pela mágoa...:))

***

Véu de Maya disse...

Mensagem discutível...mas a múica do Rui é poderosa, carago...Maria do Sol...

Véu de maya

~pi disse...

olhei ali para dentro:

tantas letras e cores e palavras,
nas suas com binações im
precisas

,money (dos pink floyd

e vicious (de lou reed (?)

vieram-me à ideia a seguir.

(rui veloso não conhecia, nesta música.

[ gosto da in scrição musical na memó ria, desse súbito a cor dar,
como gosto da in scrição
po ética,
parecem-me uma só coisa,




~

Violeta disse...

Também se aplica aos pobres coitados ou é apenas para os de colarinho branco...

Henrik disse...

pois não. passam a prisão perpétua juntos.

heretico disse...

acontece por vezes ter a "passada maior que as pernas"... rss

Clarice disse...

Obrigada pelas visitas!

Esta música é linda e não tem pernas curtas. :)

MFerrer disse...

ÚLTIMA HORA:
COMUNICADO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
21:00h, 5 de Dezembro de 2008

1 – Chegou hoje ao fim o processo de negociação das medidas tomadas pelo Governo no dia 20 de Novembro para facilitar a avaliação do desempenho dos professores.
2 – Os sindicatos, neste processo, não apresentaram qualquer alternativa ou pedido de negociação suplementar, pelo que o ME dá por concluídas as negociações, prosseguindo a aprovação dos respectivos instrumentos legais.
3 – O ME, mantendo a abertura de sempre, respondeu positivamente à vontade dos sindicatos, expressa publicamente, de realização de uma reunião sem pré-condições, isto é, sem exigência de suspensão da avaliação até aqui colocada pelos sindicatos. Foi por isso agendada uma reunião para o dia 15 de Dezembro, com agenda aberta.
4 – Os sindicatos foram informados que o ME não suspenderá a avaliação de desempenho que prossegue em todas as escolas nos termos em que tem vindo a ser desenvolvida.

Mário Nogueira, dadas as suas declarações nos telejornais d ehoje à noite, é um mentiroso compulsivo e não pode ser um parceiro fiável para nada!
MFerrer