13 agosto, 2008

verão a gosto





Tkachev, A. & S.
summer
(1991)










Simon & Garfunkel - Bridge Over Troubled Water

reposições de verão (3) - sobressalto que eu salto sobre*




"Os que teriam preferido um Diário de Adriano a Memórias de Adriano esquecem que o homem de acção raramente escreve o seu diário: é quase sempre mais tarde, do fundo de um período de inactividade, que ele recorda, anota e, na maior parte dos casos, se espanta."

Marguerite Yourcenar, Apontamentos sobre as Memórias de Adriano.


Pois é.... um homem de acção não escreve diários. Espanta-se, mais tarde, com o que realizou no tempo em que não esteve a escrever diários!
Estou quase a sentir-me mal!

Quideiafinaleusoumamulhereistonuméumdiáriomasumblog quécoisaquenãoexistiaquandoaMargueriteYourcenardissisto!

Às vezes sobressalto-me mesmo à toa !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

post de 5 janeiro de 2007


* título e imagem acrescentados agora

15 comentários:

Tinta Azul disse...

E eu vm dizer adeus até ao meu regresso com mais memórias...espero que todas boas.
beijo

Pulsante disse...

Algures, numa certa página desse livro, incerta no entanto na minha memória, há uma frase que considero lapidar: "a moral é privada, a decência é pública".
Quanto à alegada placidez dos escritores de diários há sempre um Fernão Mendes Pinto com a sua Peregrinação e - de certa forma - um Marco Polo para servirem de excepção a tão duvidosa regra.
Quanto a mim para estar sob o céu cavalgado por Saint Exupery, tomarei balanço em Terra de Vera Cruz.
Não é por nada...é só para ver.

Juani lopes disse...

la vida es un diario, con hojas por escribir
saluditos :))
yo tambien tengo problemas con la red, sera que esta de vacacciones tambien?

~pi disse...

acho eu ]

que agora

[ dum modo ou doutro,

todos

se

dia r i zam...:)





~

um Ar de disse...

Olá!
Estou a comentar de um outro PC, em Cerveira...
Chegámos ontem e dormimos na casa do artista.
Estou a ficar velha: estranhei a cama, a luz, a almofada...
Concordo com a ~Pi... :)
Mas, também é um dos meus livros de referência... Como gosto da M. Yourcenar!...
[Beijo virtual, mais do que o costume!]

daniel disse...

Mesol

Muito bem! Não conhecia, esse pensamento de Marguerte Yourcenar, mas sou capaz de estarar de acorodo. Acontece, que me considero homem de acção, mas fiz diário dos 21 aos 24 anos. Editei aqui saga, com créditos devidos ao mesmo.
Daniel

Aqueduto Livre disse...

Ele há 3 mulheres que eu AMO, profundamnente, e por ordem de "antiguidade":

1/ Marquerite de Crayencour dita "Yourcenar" (é uma anagrama do seu nome de familia) que aprendi a amar, e aos seus livros, já lá vão quase 30 anos;

2/Agustina Bessa-Luis,com quem convivo há mais de 20 anos, a mais camiliana das nossas escritoras contemporãneas, nascida em Amarante (já reparou que esta terra nos deu: Teixeira de Pascoaes, Amadeu de Souza Cardoso, Alexandre Pinheiro Torres e a dita autora da "Sibila"?...);

3/ E a minha recentíssima paixão, furiosa, tem cerca de 1 ano: Maria Gabriela Llansol.

Mas como é de Yourcenar que se trata neste belíssimo blog, deixo-lhe (com a sua prévia autorização...)uma sugestão (se ainda não leu, faça-o; se já o leu...faça-o outra vez).

Adriano, o imperador, que sucedeu a Trajano, tinha um Secretário (que já o tinha sido de Trajano)de seu nome Gaio Suetónio Tranquilo.

Escreveu uma obra ímpar que denominou os 12 Césares. Começa, exactamente, em Júlio César e termina no último deles: Domiciano.

A leitura, ou releitura desta obra é de maior consolo e utilidade para se fruir em extensão e profundidade as espantosas Memórias de Adriano, dessa mulher, belga, cidadã do mundo e única mulher a sentar-se na cadeira dos eleitos da Academia Francesa!

Abraço grande.

Zé Albergaria

PS - Adorei a musicalidade de seu "verão a gosto".

WOLKENGEDANKEN disse...

E como é que sabes se a Margerite Yourcenar nao teria estado encantada de poder escrever um blog ??!!

Que os "homens de accao" no escrevam diarios.... que accionem. Muito bem, mas acho que nao seria um lujo reflectir tambem sobre essas accoes em forma de diario ou em qualquer outra.

Um beijinho,que voltei depois de uma crise caprichosa do meu portatil.

Esse post parece que foi feito para mim. O quadro representa as minhas ferias de este ano e the bridge over troubled water e uma canao que significa muitissima coisa para mim. Pois obrigadinha....

e em tres dias foste muito productiva, vou ler tudo esta noite

Casa Felizbela disse...

seguindo os propósitos da Casa Felizbela por aqui passo...Mas a verdade é que gosto muito do seu blog. Dá-me imenso prazer e aprendo bastante.
Obrigado
JP

poetaeusou . . . disse...

*
a gosto,
em original de janeiro,
gostei e vi luar
no teu sobressaltar
luar de janeiro
meu amor primeiro,
luar de agosto
antevendo mosto
a gosto . . .
,
maresias de iodo, deixo,
,
*

JPD disse...

Olá mdsol

A Yourcenar é excepcional.
Adorei ter lido «AS MEMÓRIAS DE ADRIANO»
bJ

manhã disse...

esta música e este livro fizeram as minhas delícias e ainda fazem! bom verão!

Justine disse...

Isto aqui hoje é um repositório de memórias: que saudades do Simon e do Art juntos a cantar tudo; e lembrei-me como me entusiasmou o livro da Yourcenar.
Obrigada pelo passeio ao passado:))

Anónimo disse...

Yourcenar, sempre !

Simon & Garfunkel, longe vão os tempos...

:)) José-Carlos

Anónimo disse...

Yourcenar, sempre !

Simon & Garfunkel, longe vão os tempos...

:)) José-Carlos