15 agosto, 2008

até já!





Lempicka, T.
en plein été
(1928)












LÍNGUA DOS VERSOS


Língua;
língua da fala;
língua recebida lábio
a lábio; beijo
ou sílaba;
clara, leve, limpa;
língua
da água, da terra, da cal;
materna casa da alegria
e da mágoa;
dança do sol e do sal;
língua em que escrevo;
ou antes: falo.

Eugénio de Andrade, rente ao dizer, 13


ACTUALIDADE






Hua, Fang Shao
swimming pool
(2006)









Michael Phelps






piscina olímpica de Pequim

ver mais dados e imagem aqui



Walk away (Ben Harper)

Oh no
Here comes that sun again
That means another day
Without you my friend

And it hurts me
To look into the mirror at myself
And it hurts even more
To have to be with somebody else
And its so hard to do
And so easy to say
But sometimes
Sometimes you just have to walk away
Walk away

With so many people
To love in my life
Why do I worry
About one

But you put the happy
In my ness
You put the good times
Into my fun
And its so hard to do
And so easy to say
But sometimes
Sometimes you just have to walk away
Walk away
And head for the door

Weve tried the goodbye
So many days
We walk in the same direction
So that we could never stray
They say if you love somebody
Than you have got to set them free
But I would rather be locked to you
Than live in this pain and misery

They say time will
Make all this go away
But its time that has taken my tomorrows
And turned them into yesterdays
And once again that rising sun
Is dropping on down
And once again you my friend
Are nowhere to be found
And its so hard to do
And so easy to say
But sometimes
Sometimes you just have to walk away
Walk away
And head for the door
You just walk away
Walk away


Ben Harper, walk away


Deixo-vos com as cores desassombradas da T. de Lempicka, as palavras brancas, sem gordura, do Eugénio de Andrade, a inspiração actual para a superação e a transcendência que nos desafia, do nadador Michael Phelps, a obra extraordinária que é a piscina olímpica de Pequim, um quadro de Fang Shao Hua, pintor chinês e com a simplicidade eficaz de Ben Harper!
Até muito breve!

27 comentários:

Multiolhares disse...

A língua transmite a palavra, que tem de ser bem cuidada
Para não ferir a quem chega
beijos

mdsol disse...

A
mariam disse...

Comento aqui o "post" mais recente pois lá não recebe "coments"...

"Lempicka" "Eugénio de Andrade" "Michal Phelps" e "Ben Harper" ... todos(as) Grandes no seu género. parabéns p'la escolha... estou fascinada com "M.Phelps" Ele é o símbolo daquilo que comentei sobre os J.Olímpicos...a "capacidade humana de se superar"

deduzo que também vai "folgar", se sim, bom descanso, encha a "alma" de sabores, cheiros, cores e energia...


fique bem.

o meu "dolce fare niente" começa hoje ~~~~

um grande sorriso :)

Juani lopes disse...

Mdsol medalla de oro por su post de despedida de vacaciones
que pases unas felices ferias
saluditos

prafrente disse...

Bom descanso...
Quem não vai descansar são os atletas americanos que têm de provar que da terra do Tio Sam só saem vencedores...

Aqueduto Livre disse...

Então... até breve e que as suas férias sejam "rentes" à beleza e à amizade humanas...porque da estética das "coisas" trata você muito bem.

Abraço,

Zá Albergaria

Graça Pimentel disse...

Parece que estás de partida... será que já partiste?
É assim... uns chegam, outros partem...

Um beijo de boas férias

poetaeusou . . . disse...

*
curte,
e regressa regenerada,
os meus desejos,
,
conchinhas
,
*

Anónimo disse...

E que breve seja breve !
:))
José-Carlos

Antunes Ferreira disse...

LISBOA - PORTUGAL

Olá!

Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.

Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

www.travessadoferreira.blogspot.com
ferreihenrique@gmail.com

Estou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. No que estou, pela minha parte, a desenvolver todas as diligências que, naturalmente, me forem possíveis.
E, naturalmente também, para poder enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior).
Já solicitei a colaboração da Embaixada de Portugal em Brasília, que tem à frente dela um diplomata fora de série, o meu querido Amigo, Dr. Francisco Seixas da Costa e na qual se integram mis dois bons Amigos de longos nos: o Adriano Jordão e o Carlos Fino. Seixas da Costa criou um blogue magnífico Embaixada de Portugal no Brasil, www.embaixada-portugal-brasil.blogspot.com, que vos recomendo vivamente visitar. Tem tudo sobre as relações entre as duas Nações. E já fiz o mesmo aqui em Lisboa. Espero receber resposta da Embaixada brasileira.
Este é um desejo que já ultrapassa a simples intenção. Felizmente, neste momento possui muitos comparticipantes – como desejo que seja o teu caso. Mas, com o empenhamento, a ajuda, o entusiasmo e a alegria que tenho encontrado – iremos longe. A internet (apesar dos aspectos negativos que ainda apresenta) tem uma força incomensurável e desenvolvimento tecnológico que se actualiza dia a dia.
Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

PS 1 – Quando navegarmos em velocidade de cruzeiro, quero alargar o Travessa aos outros PALOP. Que achas?
PS 2 – Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…
PS 3 - Já conheces o me(a)u «Morte na Picada»? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que sendo contos da guerra colonial em Angola 66/68 (em que infelizmente e contra vontade participei), é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Depois de leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros...
++++++++++++
A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.
++++++++++++
NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato»…

~pi disse...

até já maria do sol!

que te

des assombres

em longas fatias

de cor

trans cendências

corpo a corpo

terra e água

in teira! :)



~

WOLKENGEDANKEN disse...

A o Phelps !!! e o nosso Markus Rogan a nao ganhar nada. Isso é a diferenca entre o bom atleta e o verdadeiramente grande.

Mas onde, onde, onde encontras todos essos quadros interessantes e ainda por cima adaptados ao tema !!!!!

Justine disse...

Deixas-nos muito bem acompanhados, mas não penses que não vais fazer falta!
Diverte-te, até breve:))
Beijo

JPD disse...

Aqui te aguardamos, mdsol
bj

Dois Rios disse...

Ai, que saudades estava eu de recarregar-me neste sol de artes em palavras, cores, sons e imagens.

Vir aqui é, por certo, garantia de puro deleite.

Beijos do lado de cá, minha querida!

Bom descanso!

Sentirei sua falta.
Inês

Osvaldo disse...

Olá Mdsol;
Depois deste teu post completo e actual, onde a arte de Lempicka se mistura à assobrosa "performance" de M. Phels assim como a milenar arte chinesa e a simplicidade de Ben Harper só te posso desejar as melhores férias do mundo e volta logo...
bjs

instantes e momentos disse...

Fique com meu beijo, ou vá com meu beijo.
Fique sempre bem.
Maurizio

Mr. Lynch disse...

Mdsol;
Longo este teu post... Longo e cheio de qualidade.
Mais um trabalho encantador da Tamara Lempicka.
Eugénio de Andrade... 5 estrelas!
Nos meus fugazes e tardios momentos televisivos vi um pequeno documentário sobre a piscina olímpica de Pequim. Uma enorme e significante obra de engenharia.
Até breve.

heretico disse...

gosto das tuas "palavras brancas". e pensamento(s) "sem gordura"...

boas férias.

Carminda disse...

Mdsol,
uns chegam, outros partem, de férias, espero...:)
O quadro que escolheste é lindo, Ben Harper, uma excelente escolha.
Beijos, e diverte-te.

rosasiventos disse...

Rosa rosa rosamRosae rosae rosaRosae rosae rosasi rosaRosaRosa
rum rosis
ros

is ros
is



One rosa to yOu :)

José Manuel Dias disse...

Rem umas férias retemperadoras.
Bjs

~pi disse...

mis sing the sun!!

bOm tempO :)

Gui disse...

Boas férias.

RB disse...

Obrigado por tantas coisas boas juntas

O Profeta disse...

Uma rosa breve
Uma hortênsia de alva cor
A terra molhada pelo sereno
Nos celeste paira um Açor

A madeira verde, a dança do fogo
O embalo do loureiro no vento, o alecrim
Um ribeiro de inquietas águas
Levam o perfume das mágoas em viagem sem fim


Convido-te a sentir a minha paleta de aromas


Mágico beijo

um Ar de disse...

Afinal, o "até breve", não é tão breve, assim...
.
Sinto a falta das tuas mulheres que dormem em sábados matinais...
.
Saudades de ti.
.
[Beijo de espera...]

Véu de Maya disse...

Repouse...descanse...e sonhe...para que servem as férias.

deixo-lhe um abraço afectuoso e solar.