31 julho, 2010

sábado de manhã (119)





Botero, Fernando
femme au lit
(1999)





Por lapso repeti a senhora, como se pode verificar indo ao sábado de manhã (109).

11 comentários:

Manuel disse...

Gostei.

Manuel Taveira

Zélia Guardiano disse...

Que lindeza, mdsol! E que delícia! Nunca vi nada tão apropriado para um sábado de manhã... Até os bem-te-vis da redondeza estão em festa! Fazem a maior fuzarca! Quisera que você pudesse ouvir a cantoria...
Feliz final de semana!
Beijo, querida amiga!

ariel disse...

Cá está ela mailas suas gostosas boterinhas
:)))

Fernando Vasconcelos disse...

E para quando "as tais" de Freud :-)?

Maria disse...

Com B otero é sempre uma excelente manhã, todos os dias...

:))

R. disse...

Maravilhosa escolha! Dispõe bem :)

jrd disse...

Prefiro "Modigliani",mas td bem.

Rogério Pereira disse...

Fiquei com o meu comentário preso...
... por um fio...

(ainda bem, dispensam-se disparates que a possam acordar...)

poetaeusou . . . disse...

*
daqui não saio,
daqui ninguem me tira !
,
conchinhas,
,
*

intimidades disse...

acordei assim
com preguiça

Beijos
Paula

João Menéres disse...

Doce far niente...