30 julho, 2010

cadeiras prendadas (3)






Van Gogh, Vincent
cadeira
(1888,Dezembro)






Ninguém está sentado
mas adivinha-se o homem angustiado.

Carlos Drummond de Andrade, farewell, 29

6 comentários:

Justine disse...

Vincent, Vincent, ardeste em fogo rápido!

Kássia Kiss disse...

Adoro Van Gogh, que nos diz tanto com um simples objecto...

R. disse...

magnífica legenda, mdsol. Como sempre :)

intimidades disse...

eu ja estive sentada numa cadeira igualzinha a essa, esta-me a chatear nao me lembrar onde,,,que nervos

Beijos
Paula

ariel disse...

Excelente!
:)))

Maria disse...

pois....

beijo, mdsol.