14 julho, 2010

ar do mar





Fedden, Mary
sea breezes
(1991)








Charles Lloyd, the water is wide (vídeo de aluaflutua)

HÁ MUITO

Há muito que deixei aquela praia
De grandes areais e grandes vagas
Mas sou eu ainda quem na brisa respira
E é por mim que espera cintilando a maré vasa.

Sophia de Mello Breyner Andresen, mar, ed. caminho, 48

14 comentários:

Ana Paula Sena disse...

Belo, belíssimo! Uma composição magnífica - a música é muito, muito boa mesmo.

Ar do mar é do que mais adoro, então agora, por estes dias, aqui, há uma atmosfera enebriante (para quem gosta, claro!).

Beijinho grande, querida md(Sol). E muito obrigada por este momento tão bonito.

:):)

ariel disse...

Lindo!
:))

Henrik disse...

De maré vasa não tinha ela nada.

Justine disse...

Belo, belo, belo!!

Anónimo disse...

Cá vai o link:
http://search.4shared.com/network/search.jsp?searchmode=2&searchName=

MNN

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E se são grandes as vagas naquela praia de que fala a Sophia!
beijinho

lino disse...

Sempre a grande Sophia :))

intimidades disse...

lindo

e lembra-me,... tenho de ir a praia hehe

beijos
Paula

R. disse...

Ainda não vi "trilogia" mais perfeita. Insuperável, mdsol :)
Muito obrigada!

R. disse...

Ainda não vi "trilogia" mais perfeita. Insuperável, mdsol :)
Muito obrigada!

Daniel Santos disse...

como sempre... excelente.

jrd disse...

Na onda da poesia de Sofia.

Mar Arável disse...

Tudo muito belo

anamar disse...

Lindo!!!!
Como suspiro, ainda, a esta hora ...
Está linda a tu agaleria...
Bjsssssssss