28 março, 2009

ciclos




Levy, B.
mother & child
(2005)






Na quarta-feira morreu a mãe de uma das minhas amigas mais chegadas. O funeral foi na quinta-feira. Na quinta-feira à noite morreu a mãe de uma das minhas amigas mais chegadas. O funeral foi esta tarde. Ambas as mães tinham mais de 90 anos e morreram tranquilamente, como se resolvessem descansar de tudo. Uma morreu num lar. Outra morreu em casa. Ambas as filhas foram desveladas, presentes e amorosas.
Assim se vai fechando um ciclo. A amizade renova-se. E, por momentos, fica ainda mais claro o que é mesmo importante.

19 comentários:

WOLKENGEDANKEN disse...

Penso que é bom e saudavel quando conseguimos ver a vida em forma de ciclos. O que cria ansiedades, histeria, hiperactividade e quando negamos a morte como final inevitavel da nossa vida. Que se acredite ou nao em essa ou aquila religiao, tudos morremos e é seguramente sabio preparar-se para a morte, a propria e a das pessoas pertas de nos. um beijinho para ti. Nao é facil viver com serenidade duas mortes e dois enterros numa semana

Mr. Lynch disse...

Mdsol;
Te envio um beijo de amizade neste difícil momento.
Linda a imagem que escolheste.

anamar disse...

Sei que fizeste as tuas amigas sentirem-se ainda mais pr´ximas de ti!
E o ciclo continua!
Beijoca

Arabica disse...

mdsol,


abençoadas partidas que foram em paz e sem sofrimento.

Um abraço.

meus instantes e momentos disse...

e por momentos, fica ainda mais claro o que é mesmo importante.
Amo tudo aqui.
Maurizio

mena m. disse...

A morte nunca é fácil de aceitar, nem mesmo quando são pessoas de muito idade a partir...
Ainda que saibamos que é a coisa mais natural do mundo!

Um beijinho

mariab disse...

visão serena, a tua. uma forma sábia de olhar a vida. beijo.

Vieira Calado disse...

A vida é a morte.

jrd disse...

Porque é tão natural como nascer, mas custa.

OnlyMe disse...

Um ciclo... ao qual ninguém foge!

Bom domingo e bom descanso.

Jinhos :)

intimidades disse...

tranquilas, constipadas e aborrecidas em casa mas tranquilas

E sempre dificil encarar a mortalidade, o bom e celebrar o que foi vivido

Jokas
Paula

Carminda Pinho disse...

Que as suas vidas tenham sido bonitas.

Beijos

Duarte disse...

Belo, até no adeus.

Beijinhos para ti

mariam disse...

Mdsol,
... cumpriu-se a VIDA!...

muita serenidade aqui. sempre.

grande abracinho e o meu sorriso (amigo) :)
mariam

cristal disse...

Que linda homenagem à vida! Como tu sabes dizer (e fazer) tão bem.

jose albergaria disse...

Viver é uma das mais perigosas e difíceis profissões que conhecemos, disse-o, uma vez, César Pavese.
Então, viver bem, com prudência, com ética, com bondade e tolerância, a coisa torna-se, mesmo, complicada.
A morte, essa, como dizia o nosso Pessoa: "É passarmos além da curva da estrada; é só deixarmos de ser vistos".
Um abraço grande,para si e para as suas amigas, que eu não "conheço",
J.A.

Leonor disse...

Beijos

Donnola disse...

este post n vem nada a calhar, tá aqui a m mae a convalescer da quimioterapia, n sei se tou farta de aturar ou se desvele amorosa...

that's life!

Ana Paula disse...

Muito bonita forma de nos mostrares o ciclo da vida :)

Um abraço para ti!

(Sim, a amizade é importante, do mais importante! É bom relembrar o que é mesmo importante. Não aconteça esquecer-se...)