02 outubro, 2010

perguntar não ofende






Kolb, Marianne
is this a good place to be?






Sem euforias nem depressões acentuadas, parece-me que a pergunta é legítima. A questão é mais funda do que passar uns tempos de aperto. Tivessemos nós a certeza de que estavamos a construir um futuro de jeito.

Adenda: A Sofia Loureiro dos Santos diz de forma clara o que eu embrulhei ali em cima.

7 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Forte!
Para fazer pensar, realmente, amiga mdsol...
Pede profunda reflexão!
Excelente pergunta!
Abraço e beijinhos, querida!

jrd disse...

A resposta é que pode ser uma ofensa...

lino disse...

Assim tivéssemos!

Rogério Pereira disse...

Claro
Assertivo
Militante
digo
Se estivessemos essa certeza
Tudo mudaria num instante
eu daria aneis e dedos...

(claro que o sentido
é figurado
sem dedos
como trabalhar no teclado?)

João Menéres disse...

Bem podia !

intimidades disse...

Estariamos, se nao tivessemos memoria curta, ou melhor,selectiva

Beijos
Paula

ariel disse...

Estamos falidos, minha amiga.

Beijinho