22 outubro, 2010

a importância do jogo





Lack, Stephen
no one to play with
(1998)





Embora lhe tenham chamado tango!

4 comentários:

jrd disse...

O único comentário que se me oferece acrescentar, é de que o sr. Eduardo me recorda o dono da mercearia onde que a minha Avó ia às mercas.

Rogério Pereira disse...

Tango?
É fandango...
Fandaaaaaannnnngo é que é? Frente a frente, batendo o pé.
O Tango já foi, Fandango está sendo a seguir vem os Pauliteiros, batendo nos mesmos...

Maria disse...

:)))

Beijo, Mdsol.

Kássia Kiss disse...

Uma palavra para o quadro em si, já eu nem sempre estou a par da política nacional: fantástico!!! Como é que alguém consegue pintar tão bem este tema: no one to play with?