29 outubro, 2010

em português nos entendemos




Mejía-Guinand, Francisco
caligrafia
(2010)





Amália Rodrigues, fado português

Parece-me ser grave que governo e oposições não atremem. Contudo, esta falta de atino não me parece que resulte somente de estarem na política de forma vertiginosa, mas porque, pura e simplesmente, estão aganados. Entanguidos, mais precisamente. Os alcaricotes que dão dia a dia revelam a falta de solidez para ajoanarem o que dizem e prometem. Mais do que discutir apeguilham... e, entretanto, vamos ficando todos com um sorriso amarelo.

6 comentários:

jrd disse...

Continuo a passar...
:-(

anamar disse...

Como a nossa lingua é rica, linda mdsol...
Delicioso texto. Aprendi.
:))

ariel disse...

Já nem amarelo é e já nem é sorriso....

:)))

Justine disse...

Percebo-te: estamos em véspera de fim-de-semana com dia feriado no fim, o texto tinha de ser adequado ao momento:))))
Beijinhos

João Menéres disse...

Linda CALIGRAFIA para tão TRISTE FADO O NOSSO.


Um beijo.

lino disse...

:)))