08 outubro, 2008

bolsinhas solidárias ...





Shaw, J.
money bags
(2001)


esta notícia de ontem tocou-me. não sou de indiferenças perante a desgraça alheia. meti mãos à obra e arranjei estes dois saquinhos (ou duas bolsinhas se preferirem) para ajudar. falhou-me uma terceira bolsinha que teria muito gosto em oferecer ao que tem nome próprio de irmão metralha e um apelido que é uma corruptela de nome próprio de menino bem. ainda não sei se me abalançarei a dar uma de Geldorfa e partir para a criação de um movimento de solidariedade: MAFACUMAM*


Vários, we are the world

*MAFACUMAM
Movimento (de) Ajuda (aos) Financeiros Aparentemente Com Uns Milhões A Menos

[bem bem ... ai ai... eu não disse que não devia haver empresários... meninas e meninos atentem, eu tentei referir-me a essa coisa que anda entre o interesse e a usura]

18 comentários:

Violeta disse...

Isto está mau... só s efala em crise, em bolsas, em... mas não se faz nada e a crise e acorrupção aumentam...

Mar Arável disse...

Muitos patrões

poucos empresários

muitos empregados

poucos trabalhadores

A música - boa

intimidades disse...

taddiinnhosss

vou ja ja esvaziar o meu mealheiro

Jokas

Paula

Juani lopes disse...

me encanta la cancion
saluditos :)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Fiquei ainda com mais pena deles, depois de ver o "Em Reportagem" desta noite na RTP. Há tantos dsgraçados em Portugal, que se vêem aflitos para comprar apartamentos por 4 milhões de euros!
Força,rápido, vamos fazer uma petição para os salvar

intimidades disse...

hahaha

hoje a minha cabeça acordou com vida propria nao consigo faze-la parar

hahah

jokas

paula

João Videira Santos disse...

Esbocei um sorriso, fiz no texto os meus interpretes...recordei a musica. Resumindo: Até gostei.

(Quanto ao poema em castelhano, há por lá mais. Por lá, pela gaveta, pela América Latina e até editados em Espanha. Quem diria, não? rsrsrsrs. Agradeço o comentário. Sempre que quiser e tiver curiosidade...volte!)

Véu de Maya disse...

que lindos saquinhos! Bela ideia'
sempre pressenti que gosta de utopias...Por isso e a Maria Sol...
uma noite descansada.

abraços

Justine disse...

Eu sabia que tinhas um bom coração, mas esta generosidade...estava longe! Só que, se calhar, tens de arranjar ums saquitos amiores:))

Aqueduto Livre disse...

Olá.

Que bonita, que continua este sol, blogue da maria do sol!

E, cada vez mais arguta, mais subtil e mais certeira!

Continue, minha boa amiga do longe, porque o perto é um inatingivel.

Dá-me muito, mesmo muito, prazer lê-la e vê-la.

Abraço,

Zé Albergaria

prafrente disse...

Maria do Sol

Deixa-me dizer-te, em linguagem de "andaime", que o raio da associação MAFACMAM,é um belo exemplo das tuas capacidades de contestação, tendo como "ferramenta" principal o fino humor...Parabéns.
Já agora, que tal fazer uma bolsa com o nome do Tio Patinhas?

Mas uma coisa é certa.Ai de nós se os "Tios Patinhas" das bancas internacionais forem á falência!!!Ninguém escapará ás consequências desastrosas de tal situação.
Portanto o melhor é acenderes uma velinha ao teu São João Baptista para que os banqueiros recuperem da crise e a taxa da Euribor possa descer...

Anónimo disse...

Eu cá queria mesmo ajudar quem precisa e merece, ou dito de outra forma, por quem meu coração leva a mover-me. Mas por vezes não sei como. Como chegar à quem pensa não precisar? Alguém sabe?

***

O natural de Barrô disse...

Primeiro a culpa era do Bush, agora é dos banqueiros, amanhã será de...

Não será que a culpa é de todos nós:

Nós, que desejamos o Céu sem ter os pés assentes na Terra!

Nós, que deixamos de acreditar em Deus e passamos a olhar o Materialismo como o objectivo único da nossa existência!

Nós, que fomos adormecendo perante os problemas e passamos a viver um dia de cada vez!

Nós, que...

Anónimo disse...

Viva o humor !
(E, já agora, viva o MAFACUMAM !)

:))) José-Carlos

Duarte disse...

Um bom coração, como o teu, querida amiga, em casos assim é ideal para o amigo ou o vizinho do lado, donde podes chegar com o afago, tudo isto metaforicamente falando: pois a realidade é outra e muito séria. Quando a situação alcança esta magnitude, se o dom dinheiro não se humilha, não lhe vejo meio algum que ponha um remédio tal que a meio prazo possa dar soluções. Isto vai demorar, mas como afecta a todo o mundo vamos ressurgir, claro que sim!
Aqui tudo começou como já disse há dias em que não passa nada, a não querer reconhecer a realidade, para chegar ao aí meu Deus que o problema é gordo.
Já foram tomadas medidas, inicialmente a ver que passa; mas como a bolsa, que é o termómetro da economia, cai e cai, então sim agarraram o touro pelos cornos. Muita malta, os que tem pasta, já tinham começado a repartir o dinheiro por diversos Bancos e à procura daqueles cujos Países dão melhor cobertura. Isto estava a ocasionar um grande caos, com o movimento do dinheiro, e então veio a atitude esperada, uma maior protecção aumentando as cifras mínimas de cobertura do nosso dinheiro. Ajudas à pequena e à mediana empresa, que já tinham a língua de fora e a mandar a malta para a rua. Empresas a fechar e malta despedida, é de loucura, quando a frase feita era "Espanha a inveja da Europa". Vamos a ver como reage o resto da Europa, de momento os grandes Bancos chegaram a um acordo baixando os interesses, um bom lenitivo para muita gente.
Aguardo dias melhores, com certeza que virão...!

Um grande abraço para ti

Tinta Azul disse...

[usura+interesse] a usuresse que assim soa francês e é mais chique...

heretico disse...

alma generosa a tua...rss

observatory disse...

e tu sabes quem sao os metralhas?

os da foz?

hmmmmmmmmm


nos meus 15 ja se falava de festa em festa