06 janeiro, 2008

ah! as gralhas


O ATRO ABISMO

Quando o poeta escreveu: "...o atro abismo",
Umas vírgulas por ele mal dispostas,
Irritadas gritaram: "É estrabismo!".

Mas um ponto que viveu no dicionário,
De admiração caíu de costas
E abismado seguiu o seu destino...


Alexandre O'Neill, in Poesias Completas, Ed. Imprensa nacional - casa da Moeda p.95


Fotografia "sacada" em: http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://3.bp.blogspot.com/

2 comentários:

herético disse...

que admiração!!!!...

(pena ter caido de costas...rs)

Anónimo disse...

pexoal, não gozem com o estrabismo ta???????????? bjkas