03 abril, 2009

amanhã sábado, dia 4 de Abril

Fernando José Salgueiro Maia
(1 de Julho de 1944 - 4 de Abril de 1992)

ver aqui n' A barbearia do Senhor Luís
aqui no poeta eu sou
aqui no Fórum cidadania

13 comentários:

salvoconduto disse...

Estive com ele no Carmo, há tanto tempo e mesmo assim parece que foi ontem.

Vieira Calado disse...

O obreiro.
Relembremos o seu nome e o seu feito.

O Puma disse...

Não deixaremos morrer

os nossos mortos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Este país é de uma injustiça tremenda! Cumula de honrarias heroizinhos de gabinte e literalmente esqueceu Salgueiro Maia.
Conheci-o razoavelmente,porque eu estava a cumprir serviço militar nessa época.

cristal disse...

"Nós", os da sua época nunca o esqueceremos. A História há-de um dia fazer-lhe justiça.

Maria Velho disse...

Eu que só sou do tempo do Salgueiro Maia porque já mexia e ia à escola, penso o mesmo!
É uma pena, um dó imenso saber que só tratamos os nossos heróis como tal, depois de mortos...que não o esqueçamos já é bom!

Duarte disse...

São pessoas assim as que fazem grande uma Pátria.

Beijinhos

Maria disse...

O mais generoso de todos...

António Torres disse...

Conheci o Salgueiro Maia no ISCSP. Andou lá uns tempos na sociologia, que era um curso ao lado do meu, e que, como o meu, era naquele tempo mais feito de greves que de aulas.
Lembro-me dele como um tipo simpático e afável, mas muito calado. Estava quase sempre sozinho, não por ser mais velho mas por ser assim reservado.
Soube-se mais tarde que recusou uns lugares para evitar ter que lamber certa gente.
Só lhe ficou bem essa inclinação.
:)))

anamar disse...

O verdadeiro cravo de Abril...
Abracinho

bettips disse...

Parecendo um menino, um HOMEM!
Viva Abril e que a nossa memória nunca se desvaneça, dele e de outros verdadeiros heróis.
(sem gabinete)

Bjinho e um "Vermelho" de M.Rotko.

jrd disse...

Não morrem os Homens com a"H" grande.

lino disse...

Bonita Homenagem :))