08 abril, 2009

última ceia



Kostabi, M.
last supper
(1986)





"Ao cair da tarde, sentou-Se à mesa com os Doze
Enquanto comiam, declarou:
«Em verdade, em verdade vos digo:
Um de vós Me entregará».
Profundamente entristecidos,
começou cada um a perguntar-Lhe:
«Serei eu, Senhor?»
Jesus respondeu:
«Aquele que meteu comigo a mão no prato
é que vai entregar-Me.
O Filho do homem vai partir,
como está escrito acerca d’Ele.
Mas ai daquele por quem o Filho do homem vai ser entregue!
Melhor seria para esse homem não ter nascido».
Judas, que O ia entregar, tomou a palavra e perguntou:
«Serei eu, Mestre?»
Respondeu Jesus:
«Tu o disseste».

Evangelho, Mateus 26, 14-25

[qualquer semelhança com acontecimentos recentes cá do rectângulo luso é mera coincidência rsrsrs aliás como é fácil de imaginar]

[QUINTA-FEIRA SANTA]

6 comentários:

intimidades disse...

wow adorei as cores

Jokas

Paula

Je Vois la Vie en Vert disse...

Foi bom voltar ao teu espaço para ver os lindos quadros. Confesso que só vi isto por falta de tempo, não li os textos nem os commentários.

Beijinhos verdinhos

É só uma passagem rápida porque acho que vou ter que voltar a retirar-me mas deixei uma postagem hoje

salvoconduto disse...

Vai-me desculpar mas à mesa eram treze! Vejamos, se no monte das oliveiras só lá estavam Cristo e os seus apóstolos quem é que pintou ou tirou a fotografia para a posteridade?

Terei sido eu Senhor?

WOLKENGEDANKEN disse...

:))) Deve ser uma reuniao num café do sul da Europa. Nao se compreende nem o que dizem os outros porque sempre- literalmente sempre - anda a televisao posta :))

intimidades disse...

muittoo leve
ja tentei tirar uma foto assim mas nao saiu tao bem


Jokas

paula

Duarte disse...

Algumas frases e conceitos fizeram mudar a historia. O jornalista Eric Frattini no livro "El laberinto de agua" nos faz ver uns quantos motivos para que esta parte da historia sagrada não seja bem assim.

Uma frase que convida a meditar de Graham Greene no seu livro " El fin de la aventura":
Se não nos tivessem ensinado como temos que interpretar a historia da paixão de Cristo, teríamos sabido dizer, baseando-nos somente nas suas acções, se foi o invejoso do Judas ou o covarde do Pedro quem amou a Jesus?

Abraços de Páscoa