17 abril, 2009

tudo eu, tudo eu, tudo eu ... ou o tacão assumido como medida de (quase) todas as coisas...





(?)
color theory for the economist Sarkozy' s disappointing first year
(2008)

Era eu ainda miúda e um amigo meu muito alto (e, já agora, considerado lindo de morrer) disse-me amigavelmente quando me tomei de amores por um rapaz não tão alto: toma cuidado com os baixinhos. Na altura achei que os altos e muito bonitos também podiam sentir-se despeitados. Adiante! Acabei de me lembrar deste episódio ao ler esta notícia. Pois: cuidado mazé com os que levam a sério o seu sapato de tacão, sem ser por motivos ortopédicos!


Till Broenner & Carla Bruni, in my secret life

3 comentários:

mena m. disse...

Presunção e égua benta cada qual toma a que quer, sempre dizia a minha mãe...

Em Novembro fui a um concerto do Till na Philharmonie, aqui em Berlim:-)!

Beijinho

mena m. disse...

Solzinho,
Ele chama-se Brönner.
Caso não tenhas o trema no teclado podes sempre substituir por um e escrevendo Broenner.

Beijinho

anamar disse...

Faz lembrar o "dicton"...homem pequenino,velhaco ou dançarino...
:.))