04 setembro, 2008

mais vale tarde ...

Johns, J. - between the clock and the bed (1981)

para todos os que, como eu, não gostam de se levantar cedo, não funcionam da parte da manhã e, por mais cedo que se levantem, só acordam lá para depois das 11horas ... e muito a propósito do post da Wolkengedanken - Últimos dias de férias e de alguns comentários lá colocados.



Pourquoi me reveiller, de Werther, por Joshua Bell (instrumental)



Pourquoi Me Reveiller, cantado por Pavarotti


[afinal, as duas versões me compreendem...rsrsr! mas, a versão cantada pelo Pavarotti será mais adequada para os dias mais difíceis! sim, porque a instrumental, com o edredon bem aconchegadinho, pode dar muito mau resultado.... digo eu...que, no tocante a levantar tarde, estou por todas as desculpas... e até agradecia que descobrissem por aí algum gene (como parece que uns ingleses descobriram para a infidelidade crónica de certos "colegas" masculinos) que "justificasse" ao mundo que não é preguiça, mas natureza ... é que o mundo está talhado para os madrugadores ... oh oh, se está e de que modo... aliás, este post bem podia pertencer a uma rúbrica que genericamente ficava bem caracterizada com a marca: coisas que me derrotam no dia a dia]

21 comentários:

Duarte disse...

Tens bom gosto... assim se toca o violino...
Excelente!

:)))

cristal disse...

Também faço parte do grupo das que não gostam de horário galináceo. E adoro esta música... as duas versões.

bettips disse...

Eu...confesso que sim... que já tinha andado aqui e gostei de tudo, palavras e "retratos" de família e outros, e mais isto e aquilo. Leio-te em amigos comuns, bem o saberás, passo por ti e digo olá! Afinal nota-se que gostamos de pintura, à época e à légua.
Hoje, mando-te um noctívago abraço, lembrando-me contigo que às vezes nem às 11h está o sol nascido quando encoberto!
Uns dias de sol te desejo, com branco reluzente - branco-milagre!

António Torres disse...

também gosto.

observatory disse...

se um dia me tranformar em cello...

entrego-me a jacqueline du Pre :)

Juani lopes disse...

yo soy de las que madruga todos los dias, pero hasta que no me tomo mi primer cafe no funciono
la musica preciosa, aunque me gusta mas la pimera version
saluditos

Carla disse...

tão difícil o pós-férias...
beijos

Justine disse...

O mundo está talhado para os madrugadores, menina???
Ainda não dei por nada...:))
Mas é como dizes, não é preguiça, (ou no meu caso actividade a mais), é natureza, portanto eu deito-me às 11 e tu levantas-te às 11 - não é assim que o mundo se equilibra??
Beijo matinal

Luciano disse...

Gostei muito do seu blog.
To passando pra te convidar a visitar o meu, e se gostar, será sempre bom receber vc por lá.
Ah, se não for pedir demais e se quiser me linkar em seu blog, vou gostar. Fica a seu critério.
Abraços
Luciano
PAPIROS DE ALEXANDRIA
http://papiros.zip.net

Multiolhares disse...

Aí.. para mim as segundas feiras de manhã são terriveis, só começo apartir da hora do almoço

beijinhos

Anónimo disse...

Bem-vinda, bem-vinda, bem-vinda !
Devia ser PROIBIDO marcar fose o que fosse para antes das 11 !
(Era o que eu fazia com as minhas aulas...).
:)) José-Carlos

Dois Rios disse...

Não gosto de acordar cedo porém toda a minha disposição concentra-se na parte da manhã. Ou seja, procuro fazer tudo o que me exige energia e paciência, no horário matutino (caminhadas, compras, médicos, exames, etc...). O horário vespertino e noturno ficam reservados para os prazeres da vida: cinema, teatro, vinho, música, conversa ao pé do ouvido, etc.. rsrs.
As músicas são lindas. Depois do piano, o violino é o que mais me emociona.
Beijos, minha querida do lado de lá.
Inês

Véu de Maya disse...

Lí tudo...ouvi tudo...tem tanta piada...que prefiro pertencer absolutamente ao seu clube...as músicas são comoventes...a vida está cheia de ilusões e erros...É primordial a força da arte para não morrermos da verdade...

beijinhos

Marinha de Allegue disse...

Gustoume a música...

Unha aperta.
:)

Jardineiro de Plantão disse...

Levantar tarde, devagarinho sem perturbação... para quê madrugar... também não funciono lá muito bem pela manhã.

Abraço

um Ar de disse...

Comigo, já nem é uma questão de levantar cedo, ou levantar tarde...
[é certo que detesto o som do despertador!]...
Trata-se, cada vez mais, de levantar para quê!?
E, como essa pergunta não tem uma resposta satisfatória, ou que me possa satisfazer, acordar é sempre desagradável e penoso.
[Beijo ensonado]

WOLKENGEDANKEN disse...

Querida Sol ! Ah, que amavel, obrigadissima pela dedicatoria :))E parece que é um tema que emociona a muitos.

Pois eu, com violin ou com a voz do Pavarotti (que porcerto gosto muito. Emociona-me cada vez ouvir "e luzevam le stele" )nao acordava. Nao preciso nem dum edredon (que ainda esta muito calor para isso) nem sequer duma cama ,pela manha dormo de pé, andando, falando ...... e desgraca das desgracas amanha tenho que levantar-me as 6h15, repito 6h15 :(

PS: Nao há nenhuma duvida possivel sobre a existencia deste gene !!

Luciano disse...

Obrigado pela visita
Abração
Luciano
PAPIROS DE ALEXANDRIA
http://papiros.zip.net

Carlos Marques e Helena Serrão disse...

apesar de gostar da ideia de poder levantar tarde, levanto-me cedo. Todos os acordares são majestosos, a ideia de, quero dizer...sair do sono para a vida, seduz.

Juani lopes disse...

Sabes ese dicho que dice mas vale no me hubiese levantado hoy, pues eso me ha pasado a mi, si me hubiese quedado en la cama, no hubiese tenido un dia de perros.
pd he puesto en mi post de hoy un cuadro que me recordo a ti cuando lo vi, espero que te guste
saluditos

heretico disse...

defendo o direito à perguiça, como direito constitucional...

e compreendo o desabafo do tal atleta olímpico - de manhã só mesmo na caminha!...