19 setembro, 2008

amarelo laranja e azul






Anuszkiewicz, R.
marriage of yellow and orange
(1986)








Os primeiros dias da amizade
levam sempre à gloriosa loucura do verão;
não sei de tempo mais feliz,
a não ser

vaguear ao crepúsculo pelas dunas
em certos dias de setembro;
mas a morte rasteja pelas pedras,
o coração

impaciente por descer à água.
Que pode um homem esperar quando
tão puerilmente
se expõe assim ao sol em carne viva?

Eugénio de Andrade, Branco no Branco, 24


Katie Melua, the closest thing to crazy

9 comentários:

Anónimo disse...

gloriosa loucura
do verão em Setembro

Os primeiros dias da amizade
vaguear ao crepúsculo pelas dunas
Que pode um homem esperar
em certos dias de setembro
a não ser
amarelo entrelaçado em laranja
ouro sobre azul

T

Duarte disse...

Ante tudo obrigado, por esta lição de cores.

Como vai enlaçando o poema. Genial...

Gosto de Katie Melua, que voz! Como alonga os tons...

Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
amarelo areal
entre
o azul mar,
e o vermelho sol
,
coloridas conchinhas, deixo,
,
*

um Ar de disse...

Provavelmente... pode esperar "the closest thing to crazy"...
[Beijo...]

Véu de Maya disse...

Maria do Sol!

um jogo cruzado da música coma poesia e a vivacidade das cores:

:)

WOLKENGEDANKEN disse...

Anuszkiewicz ?! Que apelido anatomicamente significante :)))

Carminda Pinho disse...

Colorido poema, entrelaçado pela música belíssima da K. Melua, tendo por cenário o enigmático significado do quadro.
Um post *****
;o)

Beijo

Maria disse...

inteiramente de acordo com o post anterior. Combinação perfeita de imagem, palavras e som.

B.Carollll disse...

Mto bom o blog...

Difícil ver assim.

Me diz uma coisa, como poe a música??

Saudações esfinginianas!**