26 junho, 2009

Michael Jackson

Michael Jackson morreu. Pel'amor da santa não me venham agora reabilitar aquela figura sinistra, mesmo que tenha sido um músico e um performer de top. E a imprensa que o vampirizou em vida prepara-se para continuar o grande circo. Como sempre demasiado barulho.
Que esteja em descanso.

13 comentários:

susana disse...

Aposto que vem aí o thriler inteirinho menina do sol. Aposto!
Abri a paradinha, mas já para lá volto!

cristal disse...

Amén!

anamar disse...

Foi grande... mas hoje tornou-se o "máior"...., contudo, era novo!!!
Bj
:))

jrd disse...

Branco no preto...

Nota: Que fique claro que não há neste comentário qq manifestação de racismo.

Patrícia disse...

Escusavam de estar a dar os videos do senhor Jackson na tv...temos o youtube se quisermos ver...

Mete - me impressão esta tendência quase para beatificar os artistas depois de mortos ... mundinho pequeno!

Carminda Pinho disse...

Mdsol,
nunca fui apreciadora dele.
O meu filho do meio, tinha pavor (era pequenino) quando passava na televisão o clip do Thriller. Tinha de desligar imediatamente a tv, tal eram os ataques de choro.
Acho que também eu fiquei traumatizada.
Que descanse em paz.

Beijos

salvoconduto disse...

Os States já encontraram sucessor para Elvis, lá vão começar as romarias à casa do falecido...Imitar visualmente Michael Jackson, tal como tanta gente fez com Elvis é que vai ser um pouco mais difícil...

um Ar de disse...

Nem só de oxigénio vive o homem.
...
Não sabia que tínhamos a mesma idade...
...
Não fui capaz de ficar indiferente...
...
[Beijo...@]

Tia_Cunhada disse...

Também morrem... afinal...

Que descanse em Paz!

Duarte disse...

Morreu o homem, começa o mito.

Beijo

Fernando Vasconcelos disse...

My feelings exactly. Muito barulho por um entertainer que não vou julgar enquanto homem. Enquanto músico teve (poucos) momentos de talento que certamente não justificariam semelhante alarido. Lamento a morte mas de resto ... tenham a santa paciência.

Graça Pimentel disse...

Pelo que ouvi hoje na TV vão realizar-se cerimónias fúnebres por todos o globo. Pas alminhas! Poupem-me. Aquele homem já só era um monte de produtos químicos. Não é impunemente que se faz tudo o que ele fez do seu corpo. A mim não me surpreendeu nada.

beijo

Dylan disse...

Uma criança num corpo de um adulto. Era assim Michael Jackson. A sua candura contrastava com a atitude arrebatadora que exibia em palco, uma espécie de predestinado com um talento invulgar e que enfeitiçava todas as gerações. A educação rígida traçou-lhe o futuro mas sonegou-lhe a infância, enquanto o seu direito de viver recatado era ameaçado à medida que os holofotes da fama acompanhavam o seu crescimento. Pulverizou recordes de vendas mas também era o primeiro a dizer presente às causas humanitárias onde terá doado milhões de dólares. A sua timidez, e porque não dizer a sua extravagância, originavam todos os tipos de rumores, nunca provados.
Goste-se ou não do estilo, revolucionou o mundo do entretenimento artístico e musical impulsionando de vez o respeito e o reconhecimento pela cultura negra.

http://dylans.blogs.sapo.pt/