07 junho, 2009

eleições - notas soltas

19.00 h
- Em Portugal a abstenção é muito grande mas parece que vai ficar ligeiramente abaixo do valor de 1994.
- Hoje o tempo atmosférico não é desculpa para ninguém. Nem tempestade, nem dia de praia.
- Não acho que a culpa por tanta abstenção seja só "deles" (whatever).
- Na Eslováquia abstenção à volta de 80%.
- Uns não votam porque estão mal habituados, outros não votam porque estão pouco habituados
- 19.22: O Nuno Melo diz que hoje é um dia como os outros. O maroto está a brincar à política.
- 19.32 O ministro da Cultura José António Pinto Ribeiro discorre acerca da abstenção ali na SIC- notícias. Tem uma marca de batôn na bochecha direita. Alguém lhe pespegou um beijo todo repenicado sem abstenção nenhuma.
_ O Aguiar Branco, em mangas de camisa. Apesar do sobrenome ainda não o acho lívido.
- 19.39 Marques Guedes, breve declaração. 1º O dia decorreu sem problemas: estava à espera de quê? De alguma parada alternativa? 2º A abstenção é preocupante, mas a culpa é dos outros. 3º agradece a quem votou no PSD: mas que boa educação. Não sei se me comova.
_ Acho o máximo chamar quartel general à sede do BE. Eles que são contra o serviço militar e tudo e tudo.
_ 19.43 O F. Rosas já fez umas contas em que, apesar das % há mais gente a votar. E realça que em Portugal o resultado é menos mau do que noutros países da Europa. Agora comovo-me com este patriotismo e optimismo lusitanos.
_ 19.45h Sede do PCP, ... Alves: a abstenção é preocupante. Quanto a resultados só no fim. Gosto desta fé na esperança.
_ O PP tem uma sondagem própria: na volta têm também umas eleições só para eles.

(em actualização)

2 comentários:

lino disse...

Eu e a Maria fomos votar às 10H00. A minha filhota veio votar ao fim da tarde e conseguiu arrastar uma amiga. Pelas minhas contas, três cidadãos e quatro votos dão uma prcentagem de votação de 133% :))

Donnola disse...

n fui votar, apesar de mil uma razões para tal, moe-me a consciência pq devia ter ido. sempre votei. acho uma falta de respeito n votar.

n votei pronto acto de contrição