08 fevereiro, 2010

é de mim, ou isto não tem ponta por onde se lhe pegue?

Está tudo varrido? Só me lembro da história do pastor Horácio a berrar aí vem lobo, aí vem lobo, para se divertir e, depois, quando o lobo veio mesmo...
Bem se vê que só nasceu em 1968 e não percebeu bem a história que começou a terminar 6 anos depois.

Adenda: estou extasiada com a dupla Cabrita & Crespo a debitar doutrina e a ditar sentenças ali no jornal das 9 da sic-n. Mário & Felicia, são uma delícia. Crespo & Cabrita a dupla que se cita. Felícia & Mário, sensação do comentário. Cabrita & Crespo - não rima com nada de jeito.

14 comentários:

susana disse...

É o que dá avaliar sem os devidos parâmetros. Há que aferir os parâmetros!! ;)

T.Mike (Miguel Gomes Coelho) disse...

Não tem, mesmo !!!
:º)

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Está tudo mesmo doido.

António P. disse...

Boa noite MDSOL,
As rimas passaram de moda mas as suas são boas;
para Cabrita & Crespo que tal :
Cabrita & Crespo a dupla dos tristes de espírio ainda que consigam o reino dos céus.

Cumprimentos

jrd disse...

A Cabrita, de crespo só tem o cabelo...

A.Teixeira disse...

Isto está mesmo a ficar delirante.

Fernando Vasconcelos disse...

Há um velho principio de lógica que diz que só pode exercer pressão quem tem poder. Ora neste momento (e desde há muito) quem tem efectivamente o poder são os donos dos meios de comunicação social que por sua vez controlam a seu belo prazer a politica. Sim há falta de liberdade de expressão mas os tiranos não são os políticos. Os tiranos são simplesmente as audiências em nome de qual tudo é feito.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Com Paulo Rangel está a acontecer o que sucede a muitas pessoas que se deslumbram com o sucesso. desconhecem o Princípio de Peter.
Quanto a essa famosa dupla, não vi...

ariel disse...

Ai minha boa amiga, anda por aí muito lobo com pele de cabrito, fala mansa e sorrisinho untuoso. isto é que vai uma crise.! Querem ver que ainda vou ter que ir ao baú buscar a samarra alentejana?

Luís Fonseca disse...

Desculpem contrariar, mas as empresas de comunicação estão quase falidas. O seu endividamento é brutal. Estão dependentes do poder económico e do poder político, vulgo Estado.
O nosso amigo na América do Sul, aquele do Magalhães, acabou hoje de decretar que sempre que lhe apeteça interrompe as transmissões radiofónicas para emitir o "seu" programa.
Eu também não gosto muito do Mário Crespo, mas não sejamos ingénuos, quem nasce com os média, facilmente cai na situação de os tentar controlar.

Luís Fonseca disse...

Ana Gomes, nascida em 1954, escreve o seguinte, no blogue Causa Nossa:

«Nao é possivel - e, como socialista, não me parece útil - varrer para debaixo do tapete as questões que tais escutas suscitam: é preciso esclarecer se era, ou não, por instruções governamentais que a PT estava a negociar a compra da TVI à PRISA.
Acresce que o que foi publicado - e até hoje não foi desmentido - reforça dúvidas sobre a actuação das mais altas instâncias do Ministério Público.
É o Estado de direito democrático que pode estar em causa.»

O Puma disse...

Fiquei esclarecido

final mente

lino disse...

Cabrita e Crespo, o PPD leva-os pelo cabresto. A mania de cheirar "cogumelos" dá naquilo.

intimidades disse...

bem, pelo menos eles divetem-se

Beijos
Paula