24 abril, 2011

há domingos assim (37) [especial Páscoa, tempo de ressuscitar, surgir de novo, voltar à vida]









Magritte, René
le pays des miracles (series 2)
(1967)







 
my beautiful blue country, Alfredo Keil - Luís Pipa 


A Europa jaz, posta nos cotovelos:
De Oriente a Ocidente jaz, fitando,
E toldam-lhe românticos cabelos
Olhos gregos, lembrando.

O cotovelo esquerdo é recuado;
O direito é em ângulo disposto.
Aquele diz Itália onde é pousado;
Este diz Inglaterra onde, afastado,
A mão sustenta, em que se apoia o rosto.

Fita, com olhar esfíngico e fatal,
O Ocidente, futuro do passado.

O rosto com que fita é Portugal.

Fernando Pessoa, mensagem

6 comentários:

Rogério Pereira disse...

A beleza
a rimar com a certeza
em tons de azul
com rumo incerto

anamar disse...

Este, como tantos outros, não conhecia.... Azul para a "Azulzinha".
beijinhos amigos :))

Justine disse...

Dos 3 - poeta, músico(às armas!), pintor - a minha perdição vai para o Magritte!
E um beijo para ti:)))

jrd disse...

Boa Páscoa!
:)

lino disse...

:))

jose albergaria disse...

Mon "pot(e)" René.
:))))