03 abril, 2011

há domingos assim (35)







Harms, Robert
red spring
(2010)











Vassilis Tsabropoulos, gift of dreams

E sim, ando molengona, sem inspiração e a culpa não é só minha. Este país está um caco. E se a culpa é de todos, ainda me irrita mais aquele personagem que, não lhe bastava não ser nadinha inspirador, ainda resolveu mostrar a sua costela de franco atirador, sempre com aquela cara de pau de quem, feitas as tropelias, tenta depois passar por entre os pingos da chuva. E diz ele que não reage porque fazem as coisas muito depressa! Que lata! Não ter mazé ficado na marquise a jogar à bola com os netinhos... Inspiração que era precisa? Qual quê, tal desinspiração ambulante só acentua esta asfixia em que, mesmo com muita transpiração, corremos o risco de expirar...
Porém, contudo, todavia, não obstante, mas, e por isso mesmo, espero que todos os que aqui chegam passem um bom dia do senhor. O melhor que possam :)))

7 comentários:

intimidades disse...

um bom e despolitizado domingo para ti

Bjinhos
Paula

Rogério Pereira disse...

Poi é...
Depois de passar esta maré
Nem tudo vai ficar na mesma
como a lesma
Vai tudo piorar
sem ser devagar
Valha-nos que
amanhã
um deles irá ganhar
(...e já agora que seja o meu!)
Entendeu?

ariel disse...

Roubei-lhe o título querida MdSol, o desanimo é o mesmo....

António P. disse...

Em dia do Senhor é bonito falar de culpa(s), mdsol, nos outros dias falemos de responsabilidade.
O sentimento de culpa conduz-nos à confissão e á redenção, algo de que não ando à procura.
Bom domingo.

lino disse...

Talvez, acaso, porventura, quiçá o zé povo venha a abrir os olhos :))

jrd disse...

Qual marquise! Em Boliqueime é que ele devia ter ficado.

Mónica disse...

tu és uma querida, o teu blogue havia de ser obrigatório. a imagem as palavras, suaves e certeiras qb em embrulho de qualidade. n saio daqui sem um sorriso