31 agosto, 2010

estou esclarecida - um lado do caso Carlos Queiroz

... de modos que o grande problema do doping em Portugal chama-se Carlos Queiroz. Isto contado ninguém acredita. Por exemplo, quando aconteceu isto, não recordo alarido semelhante ao actual.  O "crime" é tal que para casos efectivamente passíveis de penalização, o castigo mínimo é de 2 anos de suspensão e só se atreveram a dar-lhe 6 meses! Tempos difíceis estes, em que vale tudo. A Adop, tutelada pelo governo, de cujas decisões só há recurso para instâncias internacionais, qual asae assanhada e deslumbrada com o seu poder inesperadamente na berra, faz um lindo serviço. Ao desporto, não me parece. Também assim, por motivos esconsos, se diminui um combate de um problema grave que é o doping no desporto. Com amigos destes o desporto não precisa de inimigos. O IDP bem pode limpar as mãos ao absurdo a que está a dar cobertura.

Adenda, que resultou do comentário do Lino: A questão das palavras é importante mas não pode sobrepor-se à ausência de acções que efectivamente boicotassem o trabalho da brigada que foi fazer o controle. O próprio CQ já lamentou tê-las dito.

Escrito antes da anunciada entrevista de CQ na sic.

16 comentários:

lino disse...

Se disse aquilo que dizem que disse - e os seus amigos confirmaram que disse - não tem nível para estar à frente da selecção. Por mim nunca achei que tivesse.

mdsol disse...

Lino

A questão das palavras é importante mas não pode sobrepor-se à ausência de acções que efectivamente boicotassem o trabalho da brigada que foi fazer o controle. O próprio CQ já lamentou tê-las dito.

Daniel Santos disse...

deviam era fazer as contas, pagar o que ele tem direito.

mdsol disse...

Daniel

Nem tudo se resume a dinheiro. Essa é a argumentação mais óbvia. O que eu acho é que todos têm direito a defender-se e a não serem alvo de processos sumários e na praça pública.

António P. disse...

mdsol,
depois de ver a entrevista de CQ á SIC fiquei a sber que para o Sr. Prof. :
- polvo, nuvem, terramoto é tudo a mesma coisa.
Quanto a não ser tudo uma questão de pilim até estou de acordo consigo mas o CQ já tem no passado situações semelhantes, só que o Real Madrid preferiu pagar-lhe e dar-lhe o visto de saida.
E a 3ª feira foi boa ? :))

jrd disse...

Nem todos os incompetentes são mal educados. Logo...
;)

mdsol disse...

António P.

Esse é um pormenor, não mais do que isso. Para mim o grave é a "cultura" que se está a instalar em POrtugal de que de presunção de inocência, direito a ser ouvido antes de ser assado na praça pública e por aí fora não interessar nada quando se quer, por algum motivo acabar com alguém.
Eu se fosse ao CQ ia perguntar ao José Sócrates como é que ele tem aguentado sempre que o têm tentado queimar em lume brando, fora das urnas.

:)))

mdsol disse...

jrd

Ok. Eu sei a sua opinião acerca do CQ. Não posso fazer nada. Mas o que me levou a escrever o post não se prende com competência desportiva mas com o absurdo deste processo.

:)))

António P. disse...

mdsol,
quanto ao seu comentário sobre o meu :
- estoou de acordo consigo.
Se bem que no caso vertente ( ena ! ) haja uma sondenação da Comnissão de Disciplina ( 1 m^s de suspensão ) e pelo que julgo percber a de 6 meses da Adop é legal.
Cumprimentos

mdsol disse...

António P

Houve uma concentração de 50 dias aproximadamente, com jogadores de futebol cuja "psicologia" chamemos-lhe assim é suis generis, sem casos, além do amuo do Deco e das palavra sin felizes do Ronaldo no fim do jogo com a Espanha, nada que se possa comparar com a bandalheira que costumava pontuar as concentrações da selecção e, por causa de umas palavras escusadas é certo, mas palavras, acontecer um processo desta natureza. Cada vez acho mais que é um processo vergonhoso.

Rogério Pereira disse...

MdSol,
Estou de alma destroçada
por a ver neste imbróglio enredada

Cá por mim, estamos em presença de uma das 10 estratégias e técnicas para a manipulação da opinião pública e da sociedade, exactamente a 1ª, que designei por estratégia da distração, cuja definição fiz recentemente no meu blogue. Deixo o resumo: Quando quero que o meu neto coma a papinha toda, faço macacadas que ninguém imagina. Até chego a suspender o Carlos Queiroz.
O puto, come de tudo distraido, embasbacado, absorvido
e até é veloz...

mdsol disse...

Rogério

Na mouche. Parabéns!
Mas não me conformo que eventualmente para desviar as atenções do que é essencial usem uma pessoa, com um nome, uma família... Não pode valer tudo.

Rogério Pereira disse...

Olha, não...
Não devia valer tudo.
Mas "eles" podem fazer valer tudo.

Mónica disse...

n sei. n acompanho. só sei q o CQ n tem jeito.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E, já agora, Laurentino Dias também fica muito mal na foto de grupo..

mdsol disse...

Carlos

Se fica!