23 julho, 2011

sábado de manhã (170)




Freud, Lucian
benefits supervisor sleeping
(1995)



[confesso que, dadas as circunstâncias, vim trocar a senhora que cá tinha deixado]

11 comentários:

Fernando Vasconcelos disse...

Pois, soube ontem a noticia. Eu fiquei bastante perturbado com o tipo de pintura do Lucien. A técnica é espantosa não há dúvida e os temas são na maioria dos casos - como dizer - bastante "off" ... É uma pena ...

Duarte disse...

Estamos ante outra dimensão da pintura, com uma expressão nos movimentos, na plástica, como nunca tinha visto antes.
Também dedicou parte da sua obra ao nu masculino, algo inusual.
Algumas formas são exuberantes em dimensões, formas e tons, mas tem um algo que atrai e as faz diferentes, únicas. Gosto.

Como alguma vez dissemos a vida é efémera, temos que sacar-lhe ponta a diário antes de que se esgote.

Um grande abraço e a minha amizade, querida amiga.

R. disse...

É muito bem evocado, mdsol!

Abraço.

Justine disse...

Lamento, porque gosto muito do trabalho dele e gostaria(egoísmo puro) de continuar a ver coisas novas...

Maria disse...

Deixo aqui um ar bem disposto depois de ouvir todas estas notícias que nos rodeiam: é parecida comigo...
:)))

lino disse...

Uma vítima (a senhora) do fast food :))

heretico disse...

Lucian Freud - corrosivo e certeiro!...

que "grande farra" : a vida!

beijo

intimidades disse...

a arte do artista e eterna

Bjinhos
Paula

Teófilo M. disse...

Estranha posição para dormir...

Mar Arável disse...

Linda

Homenagem oportuna

Mónica disse...

mesmo a proposito, infelizmente