10 janeiro, 2012

porque hoje é terça

Fausto, fascínio e sedução

e elas são muito luxuriosas
na sua lascívia
e muito se animam em gestos
por luxuriar
e transluzem
na dança das pernas
pela arte das mãos
os olhos que brilham e fitam
de alto a baixo
a questão
e deslizam no ventre
dos corpos suados
os dedos
se no deleite
era muito mais doce
essa consolação
que desenha
pela curva da coxa
a sombreada elegância
e a cor do meu e do seu
à mais curta distância
leve como um beijo
leve o seu bailar
quente o seu desejo
quente
quente como o ar
roda
vira
e mexe o seu colo
gira gira
como um pião
treme como a seda
pela palma da mão
serpenteia o seu ventre
e geme como o vento suão

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

Terça?
Ah, poizé...

(quem dera o verão
ver serpentear um ventre
e sentir o vento suão)

lino disse...

Mais uma bela canção :))