13 novembro, 2007

Post desconsolado

Não sei de quem chegam saudades tão simpáticas.

Pensando rapidamente (salvo, portanto, razões mais aprofundadas) acho que é o desconsolo que me impede de "postar". Se, sem me sentir desconsolada, sou suficientemente céptica quanto ao interesse do que "posto", naturalmente que, com desconsolo declarado, naturalmente nem ponho a hipótese...

A ver se a viagem da próxima semana me retempera. Depois darei notícias (eventualmente com sotaque... paradoxalmente (ou não) sou muito surda mas tenho um óptimo ouvido) ehehehehehe

1 comentário:

mia disse...

Por vezes, os silêncios são ensurdecedores. Fico contente quando escreves e deveria dizer-to sempre. A minha desculpa é o tempo escasso. Mas eu sei que é desculpa esfarrapada. Deixo-me emudecer talvez, pela ambição tola de dizer só as coisas certas, adequadas, embora saiba que o certo e o adequado são armadilhas... Escreve, para ver se me ajudas a sair da casca, casulo, fortificação em que me escondo para não enfrentar o que sinto...