17 novembro, 2012

sábado de manhã (239)








Soutine, Chaïm
Bei der Buchlektüre eingeschlafene Frau 
(c.1937)

4 comentários:

lino disse...

E ela nunca mais sai da cama?
Beijinho

heretico disse...

son(h)o colorido...

Mar Arável disse...

Neste caso preferia a tarde

Manuel Veiga disse...

a minha amiga não entra no blog, pk? percebo a tua presença silenciosa. és bem vinda. sempre.

sabes bem da minha minha admiração há "milhares" de anos. rss

beijo