28 fevereiro, 2015

sábado de manhã (358)






Matisse, Henri
orientale sur lit de repos, sol de carreaux rouges
(1929)

3 comentários:

Mar Arável disse...

Sem fronteiras

jrd disse...

Com tanta beleza, quase não damos pelos tijolos do chão que são vermelhos, mas pouco.
:)

heretico disse...

gosto de vermelho mais vivo...